Escrito em por

por Vanessa Martins de Souza

Duplicação da Avenida Maringá segue a todo vapor, aponta Marcinho

vereador marcinho

O Presidente da Câmara, Vereador Marcinho (PDT), ressalta o andamento das obras de duplicação da Avenida Maringá. De acordo com o parlamentar, a Prefeitura de Pinhais, por meio da Secretaria Municipal de Obras Públicas (Semop), vem realizando diversos trabalhos na avenida, dando assim prosseguimento às obras. “Já começaram a construção de calçada em concreto poroso no novo canteiro central da via. Também já foi liberado o acesso à nova pista, no sentido Centro, nas proximidades da Rua Umuarama, no bairro Emiliano Perneta”, apontou.

A equipe da Semop realizou ainda a pavimentação em Concreto Betuminoso Usinado a Quente (CBUQ) de um trecho que faltava. O atual trecho da duplicação está entre as ruas Jandaia do Sul e Umuarama, em uma extensão de aproximadamente 1 km. “Vale destacar ainda que, para a realização dessa obra, foi revisado todo o sistema de drenagem da Avenida Maringá, no atual trecho em duplicação”, concluiu.

 

Carlinhos do Eliza pede que população entre na guerra contra a dengue

carlinhos

O Vereador Carlinhos do Eliza (PT) lembrou que a população deve ter a mesma preocupação que estão tendo com o Coronavírus também com a Dengue, o Zika e Chikungunya.

“Estou vendo todo mundo comentando sobre o Corona. Está todo mundo com medo, em estado de alerta. Porém, não vejo ninguém preocupado com o mosquito Aedes, que está matando muitas pessoas pelo Brasil. O Paraná está com cada vez mais casos de Dengue e as pessoas não estão preocupadas em limpar os seus quintais, telhados e geladeiras para combater o mosquito transmissor”, lamentou.

O parlamentar ressaltou ainda que a Prefeitura de Pinhais tem trabalho intensamente para eliminar os focos do mosquito, com diversos agentes nas ruas, visitando casas e comércios. “A Administração Municipal tem feito a parte dela, e muito bem por sinal. Mas, não adianta a Prefeitura trabalhar sozinha. A população tem que entrar nessa guerra também. Muitos donos de terrenos baldios não cuidam do corte do mato, deixam objetos acumulando água. E vale lembrar que ainda, infelizmente, as pessoas continuam jogando lixo nas beiras dos rios. O que acaba por atrair animais, como cobras e ratos, e criar focos do mosquito de Dengue”, apontou.

Ao concluir, Carlinhos pediu que os munícipes ajudem a Prefeitura a combater os focos do mosquito. “Vamos juntos lutar contra a Dengue. Vamos manter a beira dos rios limpa, cuidar dos nossos quintais. Só assim venceremos essa batalha contra o Aedes”, pontuou.

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)