Escrito em por

cida01

 

Governadora participou do Congresso Estadual de Secretarias Municipais de Saúde, em Maringá. Ela anunciou um heliponto e recursos para Clínica Odontológica do HU.

A Governadora Cida Borghetti participou, na terça-feira, dia 20, da abertura do Congresso Estadual de Secretarias Municipais de Saúde, em Maringá, e destacou os avanços nos serviços e atendimento à população nesta área, nos últimos anos.
Cida também anunciou a construção do heliponto do Hospital Universitário de Maringá e o repasse de R$ 2 milhões para a Clínica Odontológica do HU.

“Deixamos um legado inquestionável, de inegável valor, com avanços significativos em programas, serviços e estrutura de atendimento à saúde dos paranaenses. O Paraná alcança hoje posição de destaque nacional em diversos indicadores da saúde”, afirmou a governadora.

Cida lembra que o Estado tem investido mais em saúde do que prevê a legislação, alcançando 12,18% da receita de impostos. “Isso significa mais qualidade de vida e mais confiança das famílias quanto ao atendimento, próximo de casa, eficiente e humano”, disse ela.

O secretário de Estado da Saúde, Antônio Carlos Nardi, ressaltou que o Governo Estadual mantém uma parceria constante com os municípios, o que é fortalecido em congressos como este. “Anualmente, este encontro serve para trocar experiências e traz temas de suma importância para as políticas de saúde que serão executadas nos próximos anos”, disse Nardi.

METAS DE QUALIDADE

Na solenidade, houve a entrega de um cheque simbólico, no valor R$ 1,7 bilhão, referente ao valor total dos contratos com prestadores de serviços do Sistema Único de Saúde (SUS) no Paraná sob a gestão do Estado. Os recursos são do Ministério da Saúde e do Fundo Estadual da Saúde.

“O Paraná é um dos únicos estados do País que ajuda financeira e tecnicamente os hospitais conveniados ao SUS e outras ações dos municípios nas áreas de vigilância e atenção básica”, afirmou Cristiane Pantaleão, presidente do Conselho Estadual de Secretários Municipais de Saúde (Cosems) e secretária de Ubiratã.

De acordo com ela, o recurso repassado aos prestadores de serviços vai garantir a continuidade do atendimento à população dos 399 municípios paranaenses. “Esse dinheiro é vinculado a um contrato que estabelece metas de qualidade do atendimento. Mais uma vez o Estado demonstra o quanto é parceiro dos municípios para proporcionar um atendimento de qualidade”, salientou.

HOSPITAL DA CRIANÇA

O Prefeito de Maringá, Ulisses Maia lembrou que uma das parcerias entre o município e o Governo do Estado é o Hospital da Criança de Maringá. “A governadora entregou os contêineres com os equipamentos do hospital, que começará a funcionar em 2019 e tem recursos do Governo do Estado, Governo Federal e da Organização Mundial da Família”, disse ele.

AVANÇOS

Diversos índices confirmam o avanço do Paraná em saúde. A mortalidade materna e infantil foi reduzida a índices nunca vistos na história do Estado, graças à Rede Mãe Paranaense, hoje presente nos 399 municípios. A mortalidade materna recuou 50% e a mortalidade infantil 15,5%.

A implantação de Samus regionais, do transporte aeromédico e o fortalecimento dos prontos-socorros reduziu a mortalidade por AVC, infarto e por acidentes e ampliou em mais de 300% o número de transplantes de órgãos. O Paraná passou do nono para o primeiro lugar do país em número de doações efetivas de órgãos para transplantes.

HOSPITAIS

Pelo programa HospSus, são repassados recursos para custeio, obras e equipamentos a hospitais públicos e filantrópicos que atendem pelo SUS. Em oito anos, serão totalizados mais de R$ 1,1 bilhão a esses hospitais.

Em oito anos, o Governo do Estado destinou R$ 182 milhões destinados aos municípios para fortalecer o controle da dengue. Mais de 70 mil cidadãos paranaenses foram beneficiados pelo mutirão paranaense de cirurgias.

PRESENÇAS

Participaram da solenidade os presidentes do Conselho Estadual de Saúde, Rangel da Silva; do Conselho Regional de Enfermagem; Simone Peruzzo; e do Conselho Municipal de Saúde, Carlos Roberto Rodrigues; e o reitor da Universidade Estadual de Maringá (UEM), Júlio César Damasceno.

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)