Escrito em por

IMG_8136

 

João Lucas de Souza Rodrigues tem 13 anos e é morador do bairro Pineville. Começou a pedalar bem cedo, quando seu pai o levava para os passeios de bike. Logo João começou a competir e aos doze anos foi campeão, pela primeira vez, de Cyclocross. Seu pai percebeu que o jovem talento estava apto a participar e competir para valer. Então, passou a inscrever João em diversas competições.

Em 2014, no campeonato Cyclocross, realizado em Curitiba, conquistou o seu primeiro título de campeão paranaense. Naquele ano, João disputou com competidores mais velhos e mesmo assim se destacou. Sempre que chega em uma nova prova, onde ele não é conhecido, as pessoas se preocupam e questionam se João vai suportar realizar todo o percurso.

Por enquanto, o nosso campeão não dispõe de um treinador ou de um profissional cuidando de sua alimentação, o que melhoraria ainda mais o seu rendimento, mas ainda assim o jovem tem apresentado um grande desempenho. “Participei de uma pedalada de 150 Km, feita de Pinhais até o Litoral paranaense, com o retorno em seguida. Neste dia, ao chegar em casa, ainda tive disposição para jogar futebol a tarde toda”, contou sorridente.

Equipe Bike Pinhais

O grande suporte para os treinamentos tem sido a equipe Bike Pinhais, que se reúne nas quartas-feiras para fazer passeios pelas ruas da cidade, durante à noite. Nenhum integrante do grupo tem patrocínio para fazer as inscrições, manutenções das bicicletas ou até mesmo para pagar as despesas com viagens para competir. Mesmo com todas as dificuldades, esta equipe tem realizado um grande feito e contribui para levar muitos atletas ao lugar mais alto dos pódios das competições de ciclismo.

João e os outros atletas de Pinhais dispõem apenas de apoios das empresas dos próprios atletas da equipe Bike Pinhais. “A despesa é muito alta. Só a manutenção após uma competição chega a custar mais R$ 600,00. Os equipamentos precisam ser diferenciados (leves), o que os torna mais suscetíveis a quebra durante a competição”, comentou João.

Treino

Aos domingos, os amigos do Bike Pinhais se reúnem para um passeio, quando sempre retornam a um lugar onde já passaram competindo. Porém, a real preparação para as provas vem das pedaladas matinais, que começa às 05h30 e só termina após 50, 80 ou até 100 Km percorridos.

São quase duas horas de pedaladas todos os dias, sempre procurando por locais com um maior aclive, grande altimetria, o que garante a resistência necessária na hora de competir. “A bicicleta nos leva a conhecer muitos lugares lindos, através dos treinos e competições. O mais incrível é imaginar que estaria perdendo tudo isso se eu estivesse dormindo no conforto de casa e no calor das cobertas, que por muitas vezes insistem em me convidar para permanecer ali”, garantiu nosso entrevistado.

Busca por patrocínios

O aleta precisa de patrocínios para competir nos campeonatos Paranaense e Brasileiro, que já têm início em janeiro de 2017. “Aceito, inclusive, o apoio da Prefeitura Municipal, pois tenho levado comigo o nome do Município em todas as competições que participo. Já estou com o calendário do ano todo e as empresas que se interessarem podem entrar em contato pelo Facebook Anselmo Silvane Rodrigues ou pelo telefone (041) 99958.7819. Para o futuro, também tenho o desejo de participar das grandes competições, como o Campeonato Internacional de Mountain Bike e a Taça Brasil Ride, onde os atletas disputam uma competição de 600 Km em seis dias. Com mais de 13 mil metros de altimetria, estas são as maiores competições de Mountain Bike”, afirmou.

Aluno Nota 10

Seu desempenho escolar é muito bom. Estuda no período da tarde e faz questão de se empenhar para realizar o desejo de se formar em Educação Física, e assim poder dar suporte a outros atletas que estão começando suas carreiras.

Ao falar sobre a escola, João lamentou a falta de inscrições das escolas estaduais nos JEPS (Jogos Escolares Paranaense). “São destas competições que surgem novos atletas campeões e são descobertos novos talentos, aumentando assim a qualidade e quantidade das competições, bem como a visibilidade dos esportes que atualmente sofrem com a falta de veiculações nas mídias, levando inclusive a enfrentar a dificuldade de se obter patrocínios. Poucos imaginam que em uma competição de Bike chegam a se inscrever e competir mais de mil atletas, todos loucos por esportes”, pontuou.

Competição inesquecível

Uma competição que marcou muito para João foi uma realizada em Piraquara, quando na largada a temperatura era de -3ºC. “Tudo estava congelado. Era uma geada muito forte. Esta prova de 20 Km foi a que mais exigiu de todos nós, atletas, mas tive a sorte de me destacar e terminar bem colocado na prova. Este é o maior percurso que minha categoria, a Ligth, permite, devido a minha idade. Além dessa, existem ainda as categorias com 40 Km e 60 Km”, finalizou.

Conquistas

Campeão Paranaense de Cyclocross Infantil 2014; Diversos títulos do Circuito Subway de Ciclismo; Campeão Paranaense Infanto Juvenil de Mountain Bike 2016; Campeão Esquenta Panturrilha Subway Montain Bike 2016 – categoria Ligth de 13 a 17 anos.

IMG-20161206-WA0075

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)