Escrito em por

governo01

 

O Governo do Estado entregou, na terça-feira, dia 18, à Assembleia Legislativa do Paraná, a mensagem da Governadora Cida Borghetti com a prestação de contas de 2018. O chefe da Casa Civil, Dilceu Sperafico, levou o documento em mãos ao presidente da Assembleia Legislativa, Ademar Traiano.

A mensagem atende a lei e é entregue anualmente na abertura dos trabalhos legislativos. Neste ano, excepcionalmente, foi encaminhado à presidência da Assembleia Legislativa no último dia da sessão, ainda no exercício de 2018.

“Estamos encaminhando um relatório amplo, um verdadeiro balanço, com informações de cada secretaria estadual e das atividades desenvolvidas em 2018”, afirmou Sperafico. Segundo ele, somente de abril a dezembro, durante a gestão da Governadora Cida Borghetti, foram investidos R$ 8,73 bilhões. “O valor é o dobro de tudo que foi aplicado em 2017”, destacou.

O Chefe da Casa Civil afirmou que Cida Borghetti deixa um verdadeiro legado para os municípios, citando os mais de três mil convênios firmados em oito meses com prefeituras de todo o Paraná. “Este foi um governo voltado para as cidades. As obras e ações autorizadas pela governadora ainda estão em curso e ainda serão sentidas nos próximos anos”, disse.

BALANÇO

Com quase 300 páginas, o relatório foi elaborado pela Secretaria do Planejamento e Coordenação Geral, que coletou as informações de todas as secretarias e órgãos da administração pública estadual. A mensagem da governadora à Assembleia Legislativa obedece ao artigo 87, inciso X, da Constituição Estadual e é basicamente um documento de prestação de contas, atendendo aos princípios da transparência e publicidade das ações do governo.

Além de relatar as atividades, o relatório também apresenta uma visão resumida do desempenho da economia paranaense no período. Entre os dados relatados, por exemplo, o documento informa que entre janeiro e outubro deste ano o Paraná criou 59,5 mil novos empregos, contra 31,3 mil no mesmo período de 2017, representando um crescimento de 90% na geração de postos de trabalho.

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)