Escrito em por

piraquara02

 

No dia 27 de setembro, servidores municipais e representantes da empresa URBTEC Planejamento, Engenharia e Consultoria se reuniram na Prefeitura de Piraquara para discutir as etapas de revisão do Plano Diretor Municipal.

O Plano Diretor é uma lei municipal que deve ser elaborada com a participação de toda a sociedade. Ele organiza o crescimento e o funcionamento do município nas áreas urbanas e também nas áreas rurais. No Plano é elaborado o projeto de cidade que a população planeja.

Para a elaboração do Plano Diretor, a equipe de trabalho será formada pela URBTEC, que presta consultoria ao município, Equipe de Supervisão Técnica Municipal – ESTM, instituída pela Portaria Municipal n° 10.410/2019, grupo de acompanhamento e suporte com integrantes de todas as secretarias e população, para que os anseios da comunidade estejam incluídos na discussão deste plano.

O Plano Diretor de Piraquara tem como objetivo identificar as vocações, diferenciais, potencialidades, carências e dificuldades do município, propor ações orientadas para o desenvolvimento local e regional, revisar o zoneamento, estabelecer a integração das atividades do município com a RMC, de forma a promover o crescimento sustentável e ordenamento territorial.

Para o Prefeito Marcus Tesserolli, o Marquinhos, a participação da comunidade na revisão do Plano Diretor é fundamental para o desenvolvimento do município. “Piraquara vive um momento de transformação e a continuidade dessa mudança passa pelo Plano Diretor. Por isso, é de extrema importância o envolvimento da população na discussão e no planejamento de uma cidade melhor para todos”, ressaltou.

Para Gustavo Taniguchi, engenheiro civil, diretor da Urbtec e Coordenador Geral Executivo da Revisão do Plano Diretor, “Piraquara é um grande desafio para o Planejamento Urbano. Contemplada pela natureza como berço das águas da Região Metropolitana de Curitiba, enfrenta grandes pressões para o seu desenvolvimento. A sustentabilidade deve ser a pauta principal durante a elaboração do Plano Diretor. Será necessário conscientizar a população das restrições ambientais, buscar alternativas para a geração de emprego e renda, tudo isso em equilíbrio com o desenvolvimento social”, finalizou o engenheiro.

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)