Escrito em por

por Noelcir Bello

Após receber muitas criticas quando criança, Fernando Joshuas, um artista autodidata, aprendeu a focar seu talento.

artista 01

 

Em uma conversa muito descontraída e cheia de risos, conhecemos um pouco mais do Fernando, que apesar de não ser natural de Pinhais se considera pinhaiense de coração. Nascido em Curitiba, Fernando é morador de Pinhais desde 1981, onde reside até hoje na Rua 7 de Setembro, no Centro.

Quando criança, Joshuas fazia desenhos e recebia muitas criticas, as pessoas diziam que seus cachorros eram gordos demais. Foi então que comprou tintas e começou a fazer “danças de cores” em suas obras. Aos dez anos participou de um programa de televisão, onde os trabalhos eram mostrados e recebiam nota, era um incentivo para as crianças. A partir desta motivação, passou a se dedicar à Pintura Abstrata e à Pintura Enigmática, utilizando o nome das pessoas para fazer uma paisagem, tudo isso em perfeita harmonia.

Exposições

Autodidata, só faz o que gosta, de acordo com o dom recebido do Criador. Não é adepto à nenhuma religião e suas obras de arte já passaram por inúmeras exposições. Participou de diversas exposições em 1995, na Caixa Econômica Federal; Exposição coletiva em Piraquara; Exposição na FAPI Pinhais; em 2003 participou do Fórum Permanente de Cultura com Marcelo Miguel no Memorial do Largo da Ordem, em Curitiba, e expôs o seu trambalho também no SESC da Esquina, em Curitiba. Ainda em 2003, participou do Fórum Municipal de Cultura de Piraquara, do 32º Salão Para Novos Artistas, em Cascavel, e da Exposição Individual na Casa da Cultura de Pinhais. Já em 2005, participou de exposição dos 25 anos do artista Celso Ramos, na Casa da Cultura em Piraquara.

Pinhais investe em Cultura

Fazer arte é a sua vida, é o ar que respira. Não se imagina sem estar criando arte. Cada obra é uma criação. “A Inspiração vem de tudo. Uma tela em branco e acordar pela manhã, já é o suficiente para uma nova criação”, afirma Joshuas.
Como artista, acha que a cultura está muito defasada e, segundo ele, muita gente fala muito e pouca gente fez alguma coisa. “Agora em Pinhais estou mais confiante, acreditando bastante, pois há investimentos em Cultura”, afirmou Fernando.
Rodrigo, neto de Joshuas, já está seguindo os passos do avô. Aos três anos de idade, o pequeno artista já realiza pinturas com seu avô. “Não existe hora e nem lugar para produzir minhas artes, mas tenho conseguido realizar a maior parte de minhas produções durante a noite e madrugada, aproveitando o silêncio ou curtindo um bom rock´n´roll”, disse Joshua.

Um sonho itinerante

Seu sonho para o desenvolvimento cultural em Pinhais é um ônibus itinerante, para que a arte possa ir ao encontro das pessoas. “Isto iria desinibir as pessoas e possibilitar uma interação com a comunidade. A arte, hoje em dia, ainda enfrenta estas barreiras e o ônibus poderia quebrar isto, aproximando a arte de todos”, finalizou.

Contato

Atualmente suas obras podem ser admiradas e adquiridas no CEART em Pinhais, onde o artista expõe algumas de suas criações. Neste espaço, às quartas-feiras, o artista atende e conversa com os visitantes até as 14:30hs. Joshuas trabalha também por encomendas, onde o cliente escolhe a forma de entrega da obra de arte, podendo receber em casa ou retirar direto no ateliê do artista, localizado na rua 7 de setembro, nº 600. Os telefones para contato são (41)3033.1260 e o (41)9649.0326.

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)