Escrito em por

curitiba02

 

Na sexta-feira (12/4), mais 39 famílias deixaram a condição de precariedade que enfrentavam nas margens do Rio Atuba e receberam as chaves de novas casas, construídas no Santa Cândida. A entrega das unidades habitacionais marca a conclusão do empreendimento Moradias Faxinal, que conta com um total de 414 casas.

“Quando assumimos a Prefeitura encontrei esta obra abandonada, com as casas inacabadas sendo deterioradas pela ação do tempo e pelo vandalismo. Determinei a colocação de recursos próprios do município para concluir a construção do conjunto e entregá-lo à população”, explicou o Prefeito Rafael Greca.

Foram investidos R$ 5,2 milhões para a construção das 125 casas que restavam para concluir o empreendimento – 86 unidades haviam sido liberadas em 2018. “Estamos garantindo maior qualidade de vida para estas famílias ao retirarmos os moradores de locais sujeitos a enchentes”, afirmou o presidente da Cohab, José Lupion Neto.

Expectativa

Rafaela Cavalcante, 22 anos, e sua irmã Débora, 20, moram há uma década na beira do Rio Atuba. Um cômodo nos fundos da casa foi interditado devido ao risco de desabar para dentro do rio. “Quando chove bastante sempre alaga. Já perdi até as contas de quantas vezes teve enchente aqui na rua. É uma realidade muito difícil, nossa casa está quase caindo”, destaca Rafaela.

As jovens estavam ansiosas para mudar para um lugar melhor. “Nós fomos visitar o conjunto e adoramos. É um lugar que parece ser bem tranquilo de morar, a casa é boa e vai deixar todos mais seguros. Estamos muito felizes e agradecidas em poder ir para o Faxinal”, completa a irmã mais velha.

Cohab Solar

Foi no Moradias Faxinal que a Prefeitura lançou em 2018 o projeto Cohab Solar. Dentre as casas do conjunto, 26 foram equipadas com placas fotovoltaicas que captam a radiação solar e transformam em energia elétrica para uso doméstico.

O objetivo da iniciativa pioneira na cidade é reduzir as contas de luz dos moradores e também colaborar com o meio ambiente ao utilizar uma energia limpa e gratuita. Foram verificadas nas contas de luz decréscimos de até 80% nos valores pagos.

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)