Escrito em por

governo01

 

A Copel vai destinar cerca de R$ 20 milhões ao financiamento de projetos para aumentar a eficiência no uso da energia elétrica na indústria, no comércio, em condomínios, prédios públicos, propriedades rurais e na iluminação pública dos municípios paranaenses. A Chamada Pública 003/2017 da Copel Distribuição já está aberta e receberá projetos até o dia 5 de janeiro.

Os projetos apresentados serão avaliados e classificados pela Copel de acordo com a melhor relação custo-benefício. A divulgação dos resultados será feita até o dia 21 de março e o prazo de execução será de doze meses após a assinatura do contrato. De acordo com o presidente da Companhia, Antonio Sérgio Guetter, os interessados devem aproveitar o período para preparar seus projetos: “As informações estão detalhadas no site e nossa equipe está à disposição para esclarecer as dúvidas dos proponentes”, explica.

Metade do valor disponibilizado, R$ 10 milhões, se reserva a projetos de consumidores industriais e de condomínios residenciais. A outra metade se destina a projetos propostos nas categorias de comércio e serviços, poder público, serviços públicos, rural e iluminação pública. A íntegra do edital da chamada pública e os documentos necessários para a apresentação dos projetos de eficiência energética estão disponíveis para consulta no site www.copel.com.

RESULTADOS

A iniciativa integra o Programa de Eficiência Energética (PEE) da Copel, que existe há 16 anos e que em 2009 passou a realizar chamadas públicas periódicas de modo pioneiro no Brasil.

O PEE recebe investimentos anuais equivalentes a 0,5% da receita operacional líquida da Companhia, voltados a projetos que incentivem o uso racional e eficiente da energia elétrica, combatendo o seu desperdício. Desde o início do programa, foram disponibilizados R$ 80 milhões em recursos destinados a ações de eficientização e substituição de equipamentos por equivalentes de menor consumo de energia, tanto em instituições sem fins lucrativos como em empresas privadas.

Além de ser benéfico para o meio ambiente, ao permitir uma utilização mais inteligente dos recursos naturais, as ações de eficiência energética podem ter impacto positivo para a economia. Nos projetos executados com apoio do programa da Copel, tem-se verificado uma redução média na conta de luz da ordem de 25% para estabelecimentos comerciais, e de 15% nas indústrias.

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)