Escrito em por

por Noelcir Bello

Câmara de Quatro Barras debate a educação pública do Município

 

Na última segunda-feira, dia 1ª de junho, a sessão da Câmara de Quatro Barras foi marcada por um debate acalorado, que contou com a participação dos vereadores, Secretária de Educação e representantes da comunidade escolar – pais e professores. Dentre os assuntos abordados, destaque para a Escola Ernesto Milani.

 

Demanda de obras

vereador claujunior

 

O 1º Secretário da Câmara de Quatro Barras, Vereador Claujunior, subiu a tribuna para reclamar da qualidade da educação em Quatro Barras. O parlamentar salientou a importância de suas freqüentes visitas às escolas municipais, nas quais é notória a ausência de infraestrutura. “O Plano Municipal de Educação é falho. A Escola Municipal Ernesto Milani, na Colônia Maria José, primeira escola do Município, por exemplo, tem demandas de obras antigas e recorrentes. No entanto, a atual administração não tem executado as tais obras”, argumentou Claujunior. Segundo o vereador, é necessário rever o Plano Municipal de Educação para que se possa oferecer ensino público de qualidade na cidade

Verba insuficiente

Vveador angelo andreatta

 

Angelo Andreatta afirmou que as reivindicações das escolas vem desde de 2012 , mas até agora não houve planejamento nem reformas. O vereador ressaltou que com os R$ 128 mil destinados para as obras nas escolas não é possível consertar quase nada. “Para ampliação da Escola Especial, por exemplo, só foram reservados R$ 11 mil, ou seja, o Município não está investindo o necessário para a melhoria e ampliação de vagas em suas escolas”, disse Andreatta.

Secretária Rosana Franco responde questionamentos à Educação

Depois de ter sido questionada pelos vereadores Angelo e Claujunior, a Secretária Municipal de Educação, Rosana Andreatta Franco, que estava presente à sessão do dia 1º de junho, foi à tribuna em defesa da Administração, em especial da Pasta que representa. Em seu pronunciamento, a Secretária se mostrou preocupada com a verdadeira educação. Ela falou da importância de não se usar a educação apenas como oportunismo. Ao que tudo indica, se dirigindo aos vereadores que haviam criticado o trabalho da Secretaria de Educação.

Em sua fala, Rosana lembrou que o município atingiu a meta estabelecida, que é atender 50% das unidades com a Educação Integral. “O orçamento mudou muito, em meus 90 dias à frente da Secretaria de Educação, passei 60 dias focados na elaboração do Plano”, frisou. De acordo com Rosana, sua equipe realizou estudos em conjunto com a APP Sindicato. A secretária, em resposta aos que a criticaram, lamentou a ausência dos vereadores na elaboração do Plano Municipal de Educação. “Apenas um vereador, o Mauro, compareceu ao debate”, informou.

Sobre o Projeto de Lei do Plano Municipal de Educação, que está tramitando na Câmara, a Secretária solicitou aos vereadores que a convidem para fazer parte do debate, antes de sua votação.

Prejuízos desnecessários

Em relação a manutenção das escolas, especificamente na Ernesto Milani, Rosana Franco lamentou o incidente ocorrido. “Por não terem sido trocadas algumas telhas, o prejuízo se tornou muito maior. O fogão novo da escola enferrujou, móveis foram danificados e as paredes ficaram tomadas por mofo, mas já estamos reformando tudo”, afirmou a Secretária de Educação.

Solicitação atendida

Após ouvir a mãe de um aluno, que em sua reclamação relatou que os banheiros da Escola Ernesto Milani estão sem condições de uso por parte dos alunos, Rosana saiu em defesa da Administração Municipal mais uma vez. Ela afirmou que já enviou ofício ao Prefeito Loreno Tolardo solicitando uma equipe para atuar exclusivamente na resolução dos problemas de manutenção dos prédios da Secretaria de Educação. “Após a minha solicitação, prontamente, o Prefeito nos atendeu e já disponibilizou uma equipe para fazer as reformas necessárias”, explicou.

Pai de aluno faz críticas e elogios à Administração Municipal

Após um pedido do Vereador Claujunior, o Presidente da Câmara, Vereador Totó, abriu espaço para que um pai de aluno da Escola Ernesto Milani também fosse à tribuna. Aproveitando seu espaço, o pai, Gilberto, fez duras criticas a Secretária Rosana, questionando também a falta de professores para atender o projeto Mais Educação. No entanto, Gilberto elogiou a equipe de manutenção da Prefeitura, na pessoa do funcionário Jesus, que tem trabalhado duro para melhorar as condições da Escola. Ele ainda leu uma “carta resposta” da Administração Municipal à uma aluna, onde a Prefeitura reconhece a necessidade de ampliação da Escola Ernesto Milani.

Acusações sem o devido respaldo

Durante seu discurso, Gilberto chegou a afirmar que a escola Ernesto Milani não estava contemplada no Plano Municipal de Educação. Porém, quando questionado pela Secretária Rosana se conhecia o Plano, o pai afirmou que desconhecia o seu conteúdo, passando a impressão que foi à tribuna fazer críticas, mas não tinha o devido conhecimento do assunto.

Apoio à Secretária Rosana Franco

Depois de ouvir as criticas à educação no Município, a Diretora da Escola Ernesto Milani, Professora Josieli Guidolin, saiu em defesa de Rosana Andreatta Franco. “Os problemas vêm de outras administrações, mas a atual Secretária tem se esforçado muito na busca de soluções para melhor atender a comunidade”, ressaltou Josieli.

Para Totó, 30% do orçamento iria para educação

vereador antonio totó creplive

 

O Presidente da Câmara de Quatro Barras, Antonio Cezar Totó Creplive, agradeceu a presença da Secretária Rosana Franco e ressaltou seu empenho. Na oportunidade, Totó justificou sua ausência na discussão do Plano Municipal de Educação, pois na ocasião estava realizando exames médicos. Ele lembrou ainda que o Projeto está tramitando na Casa. “Agora, todos os vereadores terão a oportunidade de se manifestar e contribuir para a sua elaboração. Meu desejo, inclusive, é que seja disponibilizado 30% do orçamento do Município para a área da educação”, comentou.

Requerimentos ao Executivo Municipal

Durante a sessão os vereadores fizeram diversas solicitações ao Executivo Municipal, entre eles citamos os seguintes.
Leonardo Presa solicitou à Secretaria de Esporte e Cultura a construção de uma cancha com área de lazer no bairro Colônia Maria José.

Mauro dos Santos fez várias indicações para que sejam asfaltadas diversas ruas do bairro Borda do Campo.

Jonas Lago solicitou a troca de local de um poste na rua Izair Lago, na altura do número 1560, pois o mesmo encontra-se no meio da entrada de uma residência.

Mais Academias ao Ar Livre na cidade

O Secretário de Esporte e Cultura, Fernando Cunha, usou a tribuna para esclarecer que existem, atualmente, 5 Academias ao Ar Livre na cidade, no entanto, em 2011, esteve em Brasilia com o Ministro dos Esportes, que se comprometeu em liberar verbas para a construção do atual CEU das Artes.

Fernando disse ainda que, na oportunidade, esteve também no gabinete do Deputado Federal Ratinho JR, o qual fez uma Emenda Parlamentar destinando verbas para a implantação de mais 6 Academias, que estão sendo instaladas na cidade.

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)