Escrito em por

pinhais01

 

A instituição atende os 40 municípios atingidos pelos rompimentos de barragens em Minas Gerais. O intuito foi conhecer casos de sucesso na aplicação de microcrédito ofertado em Pinhais

O Banco do Empreendedor da Fomento Paraná – Agência Pinhais, recebeu a visita de representantes da Fundação Renova. A instituição atende os 40 municípios atingidos pelos rompimentos de barragens em Minas Gerais. O intuito foi conhecer casos de sucesso na aplicação de microcrédito ofertado em Pinhais.

A Fundação Renova é uma organização sem fins lucrativos, resultado de um compromisso jurídico chamado Termo de Transação e Ajustamento de Conduta (TTAC). “Operamos por meio de programas que tem o objetivo de ofertar créditos para o desenvolvimento de negócios. Identificamos, por meio do Banco do Estado de Minas Gerais, que o Estado do Paraná possui vários casos de sucesso principalmente no que tange o microcrédito. Foi por isso que viemos conhecer este programa de sucesso do que tem Pinhais como referência”, comenta Ana Cristina Laje, da Fundação Renova.

“Recebemos várias informações, e entre elas destacamos o modelo de agente de crédito na figura do Aroldo Biss, que tem esta proximidade, este carinho, esta relação de confiança com os munícipes com a comunidade. Desta forma, o trabalho dele se torna eficiente, porque não oferece só o crédito, mas todo o apoio por meio de qualificações que permitem que o empreendedor tenha mais sucesso”, completa Ana.

De acordo com o gerente de mercado da Fomento Paraná, Luciano Martins, Pinhais é uma referência no Estado por conta do número de contratos, da baixa taxa de inadimplência e da boa aplicação de recursos. “Trouxemos os representantes para Pinhais a fim de que conhecessem como funciona na prática uma experiência positiva. Tendo em vista, sobretudo, a atuação do agente de crédito na concessão do microcrédito para que faça a diferença na vida de quem precisa”, ressalta.

Durante a visita, também foram apresentadas as instalações do Centro de Empreendedorismo e Artesanato de Pinhais (CEART) onde funciona a Sala de Microcrédito da Fomento Paraná. O local conta com Sala do Empreendedor, onde ocorrem orientações aos empreendedores e futuros empreendedores, além da Loja da Cooperativa de Artesãos do município, sala de cursos e oficinas, Espaço Gastronomia, Laboratório de Criatividade e Inovação, posto da Agência do Trabalhador, e auditório com capacidade para 150 pessoas onde são realizados cursos diversos, todos gratuitos.

Para o gerente do Banco do Empreendedor, Aroldo Bertassoni Biss, a visita é motivo de orgulho. “Sermos referência no Paraná e podermos compartilhar nossos casos de sucesso com os representantes da Fundação Renova é muito gratificante. Esperamos que os detalhes apresentados ajudem os técnicos que aqui estiveram”, ressalta.

Também participaram da visita técnica, o coordenador da Rede de Parceiros da Fomento Paraná, Arthur Coelho; o especialista em Economia e Renovação da Fundação Renova, Roberto Ruggeri e Ana Luiza, da Área de Economia da Fundação Renova. Representando a Cooperativa Criarte, a artesã Cinthia Ewen.

Os visitantes também foram recepcionados pelo secretário de Desenvolvimento Econômico, Emerson Santana Bento; pelo diretor do Departamento de Indústria e Comércio, Otto Novaes Huren; pela diretora do Departamento de Geração de Empregos e Renda, Giane de Jesus; pelo diretor do Departamento de Eventos e Turismo, Wilton Neto; pela coordenadora geral do Ceart, Stela Maris Siqueira; Sydney José Carvalho da Rocha, do departamento de Administração da Secretaria Desenvolvimento Econômico.

Em Pinhais, foram visitados os seguintes empreendimentos atendidos pelo Banco do Empreendedor:

- Estúdio Santé, de Aline Coelho Rosa.

- Indústria Metalúrgica Metal Rosa, de José da Silva Rosa e Adélia Coelho Rosa.

- Ju Ju Formigueiro, de Rosângela Pereira de Souza Suares Macedo.

- Tapiocaria Fulô de Mandacaru, de Lívia de Moura Oliveira.

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)