PRB vai manter posição democrática na Câmara Federal

encontro brasilia

 

Eleito deputado federal com a quarta maior votação do Paraná, Luizão avalia positivamente o encontro de seu partido em Brasília

Focado na próxima legislatura, que terá início em fevereiro de 2019, o PRB-Partido Republicano do Brasil reuniu, no dia 6(terça-feira), a nova bancada de deputados federais para tratar de assuntos relacionados ao posicionamento da sigla junto ao governo de Jair Messias Bolsonaro(PSL), presidente do Brasil eleito para o mandato 2019/2022. No mesmo encontro, que aconteceu em Brasília, o PRB elegeu o deputado Jhonatan de Jesus (RR) como o novo líder do partido na Câmara Federal, a partir do próximo ano.

De acordo com informações de integrantes do partido, a recom (…)


Notícias da Câmara Municipal de Pinhais – 06/11/2018

por Vanessa Martins de Souza

Presidente Marcinho e Mesa-Diretora são reeleitos para o biênio 2019/2020

vereador marcinho

O Presidente da Casa, Vereador Marcinho (PDT), agradeceu aos colegas vereadores pela sua reeleição ao comando da Câmara Municipal de Pinhais, para o biênio 2019/2020. A Mesa-Diretora – composta pela 1ª Vice-Presidente, Vereadora Jane Carteira, 2º Vice-Presidente, Vereador Polaco do Pérola, 1ª. Secretária Vereadora Professora Cinéia, e pelo 2º. Secretário Vereador Tavinho também foi reeleita, em chapa única, durante o pleito. “Agradeço aos colegas pela confiança depositada para mais uma gestão de dois anos. A expectativa é a de que a Casa continu (…)


Militares de volta à cena política

por Gaudêncio Torquato

A acomodação das placas tectônicas após o terremoto eleitoral permite distinguir traços fortes na paisagem institucional. Um dos mais visíveis é o fechamento do ciclo da redemocratização que teve início em meados dos anos 80. A era Sarney, aberta com a morte de Tancredo Neves, escancarou a locução política, destravando os nós apertados na garganta nacional. O ancoradouro das demandas reprimidas nos tempos de chumbo foi a Constituição de 88, que completou 30 anos em 5 de outubro passado. Que sinais mostram o fim de um ciclo?

A eleição de um militar reformado é o sinal dos novos ventos que soprarão na paisagem. Ela puxa para o cotidiano da política o maior grupo de militares que já participou de pleitos democráticos, a par da convocação inusitada de generais da reserva para formar o núcleo governamental. Um feito e tanto, quando se leva em consideração a índole militar: agir com discrição, cumprir o ri (…)


Eleição de Bolsonaro gera expectativas de ambos os lados

jair-bolsonaro-e-eleito-novo-presidente-do-brasil

 

Às 19 horas e 20 minutos da noite de domingo (28), O TSE confirmou a eleição do futuro Presidente da República, Jair Messias Bolsonaro (PSL), com 55,13% dos votos válidos contra 44,87% de Fernando Haddad (PT). Uma vitória que confirmou os prognósticos apontados pelas últimas pesquisas de intenção de voto e pela maioria dos analistas políticos. Depois de uma campanha das mais turbulentas na história do País, uma disputa muito polarizada, é hora de buscar a união da população em prol do objetivo maior, o fortalecimento da democracia.

Pessoalmente, sobre Bolsonaro, nunca o enxerguei como o candi (…)


Treze partidos governarão os estados brasileiros a partir do ano que vem

RATINHO

 

Após as eleições do segundo turno, resultados apontam que 13 partidos elegeram governadores no Brasil. Nas eleições de 2014, nove siglas saíram vitoriosas.

O PT não conseguiu voltar à Presidência da República com a derrota de Fernando Haddad para Jair Bolsonaro (PSL), mas sai desta votação com o maior número de governadores no país. A legenda comandará o Executivo de quatro Estados a partir de 1º de janeiro de 2019. No entanto, obteve um desempenho pior do que em 2014, quando elegeu cinco governadores.

Já o PSDB vai governar três estados: São Paulo, Rio Grande do Sul e Mato Grosso do Sul, dois a menos do que em 2014. No entanto, o PSDB governará a maior população- 59,6 milhões de pessoas, ou 28,6% do país. (…)