Escrito em por

IMG_8487

 

Posto médico era uma reivindicação antiga dos moradores do bairro que precisavam ir ao Jardim Amélia buscar atendimento

Há pouco mais de um ano a população do Jardim Karla ganhou uma Unidade de Saúde da Família. Com um total de 511 metros quadrados, o equipamento, inaugurado em dezembro de 2016, custou R$ 1,6 milhão, pagos com recursos da Prefeitura de Pinhais. Em pouco mais de 12 meses de funcionamento, a unidade já atendeu 27.177 pessoas. Foram 10.785 medicamentos distribuídos, 8.201 consultas médicas, 29.749 procedimentos de enfermagem (curativos, inalação, retirada de ponto, etc.), 1.158 testes rápidos (gravidez, sífilis, HIV e hepatites), além de 9.467 visitas domiciliares realizadas pelos Agentes Comunitários de Saúde.

Mais comodidade

A unidade era uma reivindicação antiga dos moradores, já que a maioria precisava ir até o bairro vizinho, o Jardim Amélia, para conseguir atendimento médico. Agora, os mais de 10 mil habitantes do Jardim Karla contam com seis técnicos de enfermagem, duas enfermeiras, dois médicos e nove agentes de saúde para atender demandas que vão desde curativos, aferição de pressão arterial, medição de glicemia, fornecimento de medicamentos, orientações e consultas médicas. Maria Auxiliadora, moradora do bairro há quase dez anos, ressalta os benefícios que a nova unidade trouxe pra ela e sua família. “Há alguns meses atrás minha filha teve problemas de saúde e tivemos que ir diversas vezes ao posto. Se não tivesse essa nova unidade a gente teria que andar quase um quilômetro para ir no posto do Jardim Amélia. Antes era assim, acordava às cinco da manhã para conseguir consulta lá, felizmente essa realidade mudou”, diz a moradora.

Atenção Primária

A coordenadora da Unidade de Saúde da Família do Jardim Karla, Elisângela Dutra Correia, ressalta que não apenas atendimentos pontuais são realizados no posto médico do Karla, mas também procedimentos preventivos semanais. “Nossa Atenção Primária alcança muitas pessoas por meio de grupos como o de hipertensos e diabéticos, no qual oferecemos orientação, acompanhamento, aferição da pressão arterial e o monitoramento da glicemia. Temos ainda grupos que visam a alimentação saudável, o grupo de atividades físicas – hoje com 34 participantes – para o qual disponibilizamos alongamentos, caminhadas e exercícios. Grupos de planejamento familiar, psicologia e nutrição também estão à disposição da população”, ressalta Elisângela.

Odontologia

Apesar das melhorias, os moradores do Jardim Karla ainda precisam se descolar para conseguir atendimento odontológico. Mas o serviço deve ser implantado ainda esse mês. “Já existe a estrutura física e dentista. Agora só falta o auxiliar de odontologia, profissional que está em processo de contratação”, revela a coordenadora.

Selo Bronze

A unidade do Jardim Karla acaba de conquistar o Selo Bronze em saúde, concedido pela Secretaria Estadual de Saúde que reconhece resultados satisfatórios no projeto de tutoria na Atenção Primária à saúde. “Todas as outras unidades de Pinhais já estão no caminho do Selo Prata, mas elas têm bem mais tempo de existência do que a nossa. Com o Selo Bronze já conseguimos muitos equipamentos novos”, comemora Elisângela.

Desafios

A realidade geográfica do Jardim Karla, com trechos íngremes e com moradores vivendo em áreas rurais, distantes do posto, como a Estrada Ecológica e a Estrada da Graciosa, é um dos grandes desafios. “Muitos usuários sequer sabem que a Unidade está funcionando. Nossa intenção é realizar ações nas regiões de chácaras. Estamos buscando espaço em uma igreja evangélica da região rural para levar os atendimentos até lá”, comente a coordenadora.

Nova unidade beneficiou também os moradores do Jardim Amélia

Juntas, a população do Jardim Karla e do Jardim Amélia ultrapassam os 20 mil habitantes. Durante muitos anos, todos os dias, a Unidade de Saúde do Jardim Amélia recebeu um grande fluxo de pessoas. Como consequência existia uma maior espera para agendar consultas, além de espaço físico limitado e profissionais sobrecarregados. Com a inauguração da Unidade no Jardim Karla essa realidade mudou, como revela a coordenadora do posto médico do Jardim Amélia, Karina Serra de Freitas Fernandes. “Foram muitas as mudanças. Melhoraram nossas condições de acompanhamento a pacientes grávidas, hipertensos e diabéticos. Os agendamentos também foram facilitados, a demanda da farmácia diminuiu. O fluxo de pessoas é bem menor e, hoje, os usuários conseguem aguardar atendimento com mais conforto. Além disso, nossos profissionais estão menos sobrecarregados, trabalham com mais calma e, consequentemente, com mais qualidade e atenção aos que precisam de atendimento”, destaca Karina.

IMG_8480 IMG_8484

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)