Kits escolares otimizam trabalho dentro das salas de aula de Pinhais

pinhais03

Em Pinhais, a composição dos kits, de acordo com a fase letiva dos alunos, serve para evitar desperdício de materiais e aprimorar a educação no município

 

Mais do que garantir a economia dos pais e responsáveis na compra de materiais, os kits escolares entregues pela prefeitura de Pinhais também facilitam o trabalho dentro das salas de aula. Todas as escolas e Centros de Educação Infantil do município recebem estes itens que se tornam essenciais e colaboram no desenvolvimento das atividades letivas.

De acordo com o prefeito de Pinhais, Luizão Goulart, o cuidado com estes materiais e também com a estrutura física da escola é muito importante. “Olhar pelo que é dos estudantes e pelo que é de todos é um ato q (…)


Campeão Brasileiro de Motocross é morador da cidade de Pinhais

por Noelcir Bello

PRCC_Gustavo_18_05

Natural de Eldorado, no Mato Grosso do Sul, Gustavo Oliveira, atual Campeão brasileiro de Motocross, em diversas categorias, veio morar em Pinhais com seus pais em 1.999, quando tinha apenas 2 de anos de idade. A família se adaptou rapidamente à região, e Gustavo vem escrevendo uma grande história no cenário esportivo nacional.

Um hobby que virou profissão

Em 2010, aos 11 anos, Gustavo Oliveira começou a competir na Categoria 85 CC. Na primeira corrida que disputou não teve exito, ficando entre os últimos colocados. A competição foi realizada em sua terra natal, e o jovem piloto participou com uma moto emprestada. Na ocasião, segundo seus pais, a m (…)


Adriana Cristina, a artesã que transforma pneus usados em puff´s ecológicos

por Noelcir Bello

DSC_4723

 

Adriana Cristina da Silva nasceu em Curitiba e vem de uma família de mineiros, de onde herdou o gosto pela arte.

É moradora do Vargem Grande, em Pinhais, há trinta e sete anos. Em sua adolescência, já fazia crochê e tricot, quando aprendeu com suas vizinhas, além de participar de diversos cursos ministrados na igreja do bairro onde morava.

Adriana lembra que eram muito comuns os cursos oferecidos nos armarinhos, assim as aprendizes já compravam os produtos dos mesmos. Sua mãe contratou uma moça para cuidar dos afazeres da casa, e esta moça pintava panos de prato. Sempre observando ela trabalhar, Adriana foi aprendendo também. Na época, não havia a internet para auxiliar, como nos dias (…)


Inmetro alerta para chupetas e mamadeiras customizadas sem registro

por Rafael Cavalcanti – In Press 

O Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro) alerta que as chupetas e mamadeiras são produtos regulamentados pela Autarquia, em conjunto com a Anvisa, e, portanto, devem atender a requisitos técnicos e procedimentos de avaliação da conformidade para serem colocados à venda no mercado. A customização destes produtos é entendida como alteração e, portanto, implica na necessidade de uma reavaliação técnica, nesse caso, pela emissão de novo certificado para o produto alterado ou customizado.

O Inmetro esclarece que as chupetas e mamadeiras customizadas são consideradas um novo produto e, portanto, devem ser submetidas a uma nova avaliação independente daquela realizada para o produto utilizado como base para a customização.

A comercialização de produtos regulamentados (customizado ou não) sem a certificação ou registro, ou seja, sem a demonstração de que o mesmo atende aos requisitos té (…)


Piraquara tem um crescimento de 17% no emplacamento de veículos nos 2 últimos anos

piraquara01

 

Abertura do posto do Detran contribuiu para o aumento de veículos registrados no município e consequentemente a ampliação da arrecadação com o IPVA

De acordo com o Departamento Estadual de Trânsito (Detran/PR), a frota de Piraquara registrou um crescimento aproximado de 17% nos últimos dois anos. Em janeiro de 2013 o município registrava 32.087 veículos emplacados. No mesmo mês de 2015, o número chegou a 37.659, e hoje já ultrapassa a marca dos 38 mil.

O aumento de veículos consequentemente traz mudanças na arrecadação de Piraquara, tendo em vista que parte do IPVA é destinado ao município de origem dos veículos. No último ano o Estado repassou para Piraquara a receita de R$ 4.915.989,56. Com o aum (…)