Escrito em por

pinhais01

Entre os dias 6 e 10 de abril, as Unidades de Saúde da Família estarão mobilizadas no sentido de orientar, atender e examinar mulheres com idade a partir dos 40 anos

 

Dados do Instituto Nacional do Câncer (Inca) mostram que o câncer de mama é o segundo tipo mais frequente no mundo, e o mais comum entre as mulheres, respondendo por 22% dos casos novos a cada ano. Neste sentido, em Pinhais, além da Campanha Outubro Rosa, a Lei Municipal nº 617/2003, de autoria da atual vice-prefeita Marli Paulino, estabelece a Semana de Prevenção e Combate ao Câncer de Mama na cidade.

Entre os dias 6 e 10 de abril, as Unidades de Saúde da Família de Pinhais estarão mobilizadas no sentido de orientar, atender e examinar mulheres com idade a partir dos 40 anos. O objetivo da ação é conscientizar e incentivar a prevenção da doença, que segundo o Inca, é relativamente rara antes dos 35 anos, uma vez que tem incidência rápida e progressiva em pessoas acima dessa faixa etária. Por isso, e como a idade é o principal fator de risco para a doença, toda mulher com 40 anos ou mais deve manter seu acompanhamento médico em dia.

Também durante a Semana de Prevenção as Unidades de Saúde farão o encaminhamento para a realização de exames de mamografia para as mulheres acima dos 40 anos. Além disso, esses espaços e a sede da Secretaria de Saúde estarão decorados com o intuito de alertar a população para a doença e chamar a atenção de todos sobre a importância da prevenção e diagnóstico precoce. Os atendimentos serão realizados no período das 8h às 17h.

Outra ação da Secretaria de Saúde foi a distribuição de cartazes em diversos prédios públicos, como nas Escolas e Centros Municipais de Educação Infantil de Pinhais, onde também a agenda de cada aluno recebeu um material informativo, com o intuito de levar as informações da campanha para suas casas. Já as servidoras da Prefeitura, participarão de palestra sobre o tema, ministrada pela médica e coordenadora de Gestão da Secretaria de Saúde, Letícia Biss.

A vice-prefeita Marli Paulino, destaca que é imprescindível que as mulheres na faixa etária de risco tenham o hábito de fazer os exames necessários. “Infelizmente, no Brasil a taxa de mortalidade ainda é alta, e os especialistas apontam o diagnóstico tardio como uma das principais causas”, destaca a vice-prefeita. Se descoberto e tratado adequadamente, o câncer de mama costuma ter um prognóstico relativamente bom.

Marli Paulino ressalta que a Semana Municipal de Semana de Prevenção e Combate ao Câncer é importante no sentido de reforçar as ações já realizadas durante o ano. “Além da campanha Outubro Rosa, do Ministério da Saúde, temos, em Pinhais, uma oportunidade extra de nos protegermos desse mal”, explica. “E isso, sem dúvida, é muito eficaz na tarefa de manter as pessoas sempre alertas”, reforça.

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)