Escrito em por

Foto: Orlando Kissner/ANPr

governo02

O Governador Beto Richa, junto com o Prefeito de Curitiba, Rafael Greca, e a Vice-Prefeita de Pinhais, Rosa Maria, vistoriou as obras de requalificação da Avenida da Integração, que liga os dois municípios. O Governo do Estado investiu R$ 14 milhões na melhoria de 5,1 quilômetros de vias. O investimento é financiado pela Caixa Econômica Federal. Richa disse que, com esta obra, o Governo do Paraná melhora a mobilidade, valoriza a região e dá mais segurança à população.

“Esta é uma das obras que compõem a nossa rede integrada de mobilidade da Região Metropolitana de Curitiba. É uma importante obra com mais de cinco quilômetros, que sai do cruzamento da rua Santa Madalena Sofia com a José Zgoda e vai até a Jacob Macanhan. Aqui nós fizemos uma readequação, uma revitalização completa, com alargamento das vias, pavimentação, iluminação, ciclovias, sinalização horizontal e vertical, para garantir qualidade de vida e desenvolvimento a Curitiba e municípios vizinhos”, afirmou o Governador.

O Prefeito Rafael Greca também comemorou a reestruturação da avenida. “Agora, nós já podemos atravessar o Rio Atuba, em segurança, aqui na Rua Aristides de Oliveira, entre o Bairro Alto e a vizinha cidade de Pinhais. O antigo Ribeirão das Pedras, que era o Rio do Ouro, já não nos separa, agora nos une. Estou muito feliz de ter como parceiros o Governador Beto Richa e a Prefeitura de Pinhais nesse grande projeto da Grande Curitiba como uma só cidade”, disse Greca.

O presidente da Comec, Omar Akel, destacou que a obra está inserida na rede de integração de mobilidade da Região Metropolitana de Curitiba e faz parte do Plano Estratégico da entidade. “A obra gera um novo caminho ente Pinhais e Curitiba, para o cidadão metropolitano melhorar sua mobilidade e ter mais condições de deslocamento na região. Revitaliza uma região de beira de rio que sempre tem seus problemas de desenvolvimento. Quem circula pela localidade percebe que a Região Metropolitana é uma coisa só, uma cidade só, não há diferença nenhuma de um lado ou do outro do rio”, disse Ackel.

Presente ao evento, a Vice-Prefeita de Pinhais, Rosa Maria, ressaltou a importância da obra. “Sem dúvida é uma obra fundamental para a região, pois faz a integração de Curitiba com a nossa cidade. Ela vem colaborar com os moradores e comerciantes, porque revitaliza toda essa parte do comércio, que estava parada. Traz a integração dos municípios e faz a economia girar, ajudando também as pessoas que trabalham e estudam em Curitiba”, afirmou Rosa Maria. A Vice-Prefeita acrescentou ainda que a parceria com os Governos Estadual e Federal é super importante, porque o município de Pinhais tem limitações orçamentárias para executar uma obra dessa grandeza.

REQUALIFICAÇÃO

A obra integra o projeto das Vias Radiais de Integração e faz parte do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) Mobilidade Grandes Cidades, do Ministério das Cidades. A requalificação, que está sob responsabilidade da Coordenação da Região Metropolitana de Curitiba (Comec), foi concluída em março em 2017.

A dona de casa Marilei de Oliveira, de 44 anos, mora na região e comemorou a requalificação da avenida. “A obra foi ótima, principalmente a sinalização. Os carros passavam muito depressa por aqui. Não tinha sinal nenhum e acontecia acidente direto. Agora não, até pra gente passar está melhor, porque antes não tinha espaço na ponte, não tinha acostamento nenhum, era perigoso. Ficou ótimo, estão todos de parabéns,” disse.

A Caixa Econômica Federal financiou parte do investimento. A requalificação foi feita em 5,1 quilômetros, desde o cruzamento das ruas Santa Madalena Sofia Barat com José Zgoda, no Bairro Alto, em Curitiba, até a Avenida Jacob Macanhan, em Pinhais. A ligação com a BR-116 (Linha Verde Norte) ocorre na continuidade da rua José Zgoda até a trincheira Gustavo Rattmann.

Nestas vias, foram feitos serviços de drenagem, pavimentação, iluminação, ampliação da largura das avenidas com implantação de estacionamento, meio-fio, calçada, sinalização vertical e horizontal, ciclovia e paisagismo.

No trecho que inclui as ruas Santa Madalena Sofia Barat e Paulo Friebe e a Avenida da Integração, em Curitiba, foram implantadas duas faixas de tráfego em sentidos opostos. A ponte do Rio Atuba foi ampliada para permitir mais segurança estrutural e a regularização dos passeios laterais, mantendo duas faixas de tráfego, com 3,50 metros cada.

Em Pinhais, a requalificação se estendeu da Rua Aristides de Oliveira até a Avenida Maringá, onde foi duplicado o trecho entre as ruas Francisco Eugênio Gomes Pereira e Euclides da Cunha Ribas, para adequação de duas faixas de tráfego, em sentidos opostos. A obra se estende na rua Euclides da Cunha Ribas e finaliza no cruzamento com a Avenida Jacob Macanhan.

VIAS RADIAIS

O projeto das Vias Radiais inclui também outros dois projetos: a revitalização da Rua da Pedreira, entre Curitiba e Colombo, e da Avenida Salgado Filho, no Uberaba, que será entregue no mês que vem. Pronta desde 2015, a requalificação de seis quilômetros da Rua da Pedreira ajuda a desafogar o trânsito da Rodovia da Uva.

Já as obras da Salgado Filho incluem a restauração do viaduto e a implantação de uma alça de acesso para atender os motoristas que trafegam pela Avenida dos Trabalhadores. Também foram implantadas duas rótulas para disciplinar e melhorar o tráfego na região, além do serviço de drenagem, sinalização, iluminação e paisagismo.

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)