Escrito em por

sjp02

 

Em negociação com o Sinsep – Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de São José dos Pinhais, na quarta-feira, dia 23, a Prefeitura propôs reajuste aos servidores de 1,69% nos salários, que corresponde ao percentual relativo à inflação dos últimos 12 meses de acordo com o INPC – Índice Nacional de Preços ao Consumidor, além do aumento no auxílio alimentação, que passará a R$ 27,00 ao dia, e também o compromisso de abrir processo de progressão simplificada no terceiro quadrimestre de 2018, com efeitos financeiros a partir de janeiro de 2019, o que desta forma, passará a valorizar ainda mais o servidor que busca reconhecimento profissional.

De acordo com a Prefeitura, esse valor de reajuste será possível de ser concedido, uma vez que o índice de gastos com pessoal permanecerá dentro do limite prudencial estabelecido por lei. Dentro da proposta da administração aos servidores, existe a busca do compromisso, como já vem acontecendo, de manter o pagamento dos salários rigorosamente em dia.

A Prefeitura de São José dos Pinhais, desde 2017, vem promovendo cortes nas contas públicas a fim de equilibrar as despesas com as receitas. Além de corte no número de cargos comissionados, a Prefeitura já reduziu os salários do prefeito e vice-prefeito, secretários, cargos comissionados e funções gratificadas.

Vale relembrar que em 2016 a Receita Corrente Líquida de São José dos Pinhais foi de R$ 977.769.002,00 e em 2017 caiu para R$ 909.587.124,00. O orçamento de 2018 tem uma previsão de Receita Corrente Líquida ainda menor do que a do ano de 2017, o que além de forçar o corte nos gastos públicos, impacta diretamente no cálculo do índice.

A Prefeitura ressalta que em muitos municípios da Região Metropolitana, nem o reajuste do índice foi aplicado aos seus servidores. A administração de São José dos Pinhais busca a valorização dos seus servidores, por isso, dentro da possibilidade orçamentária do município, está concedendo o reajuste salarial.

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)