Escrito em por

greca01

 

“A cidade e o campo são um único ecossistema. Quanto mais saudável e sustentável for a alimentação semeada no campo tanto melhor será a vida das cidades”, disse o Prefeito Rafael Greca na segunda-feira (5/11) ao participar da premiação do Concurso Agrinho 2018, promovido pelo sistema Faep/Senar-PR.

Cerca de 1,5 mil estudantes, professores, pais e lideranças rurais de todas as regiões do Estado participaram do evento, no ExpoTrade Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba. Foram revelados os 318 alunos vencedores do concurso nas categorias Desenho e Redação e as seis professoras premiadas na categoria Experiência Pedagógica. Nessa edição, o tema era Nutrindo o Planeta.

Das 185 escolas municipais de Curitiba, 93 aderiram ao Agrinho nessa edição, de acordo com o prefeito. “Venho aqui parabenizar as alunas Beatriz Azuma, da Escola Municipal São Luiz, e Ana Clara Soares da Silva, da escola Guilherme Lacerda Sobrinho, que foram premiadas”, disse Greca.

Realizado há 23 anos, o Agrinho é desenvolvido nas escolas ao longo do ano, período no qual os professores trabalham temas transversais em sala de aula, como ética, cidadania, saúde e meio ambiente. Este ano, a iniciativa mobilizou 800 mil estudantes e 50 mil docentes em todo Paraná. “Sabemos que o nosso planeta está ameaçado e, por consequência, nós também. Por isso a importância de cuidar bem das gerações futuras. Essas crianças recebem lições importantes de cidadania e sustentabilidade”, disse o presidente da Faep, Ágide Meneguette

Greca destacou que esses conceitos já vêm sendo trabalhados na rede municipal de ensino. “A maioria das nossas escolas tem hortas urbanas, pomares comunitários, jardins ecológicos, caixinhas com abelhas nativas para ensinar aos curitibinhas a importância da polinização”, contou. A ideia é ingressar o próximo ano com cursos de economia doméstica e de sustentabilidade nas escolas públicas de Curitiba.

A governadora Cida Borghetti destacou o papel do Agrinho em promover a reflexão sobre sustentabilidade e produção de alimentos. “Esse programa fez com que pensássemos sobre a preservação, nossas cidades devem ser sustentáveis”, disse ela.

O governador eleito, Carlos Ratinho Massa, destacou a necessidade de preparar o campo para alimentar a humanidade no futuro. “Hoje somos 5,5 bilhões de pessoas no mundo. Em 2050 seremos 7 bilhões. O Paraná é o maior produtor por metro quadrado do planeta, é a grande fazenda do mundo. O que o Agrinho vem fazendo é o despertar das nossas crianças para uma agricultura responsável e inovadora”, disse.

As professoras vencedoras do Agrinho receberam como prêmio um carro zero quilômetro. Já os estudantes levam para casa tabletes e laptops.

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)