Escrito em por

qb01

 

O Prefeito de Quatro Barras, Angelo Andreatta (Lara), esteve em Brasília, entre os dias 20 e 22 de março, pleiteando mais de R$ 26 milhões em novas obras e investimentos em áreas como Educação, Cultura, Esporte, Turismo e Agricultura.

Lara visitou ministérios, apresentou projetos e conversou com ministros e deputados, acompanhado pelos vereadores Sandro Heleno Andreatta (Leno) e Paulo César de Lima Júnior (Juninho); e pelo secretário de Governo, Marco Aurélio Presa.

No Ministério da Educação, o prefeito apresentou mais de dez projetos, todos inscritos no PAR – Plano de Ações Articuladas. Lara está buscando recursos para a construção de duas novas escolas municipais – uma no Jardim Menino Deus e outra no Centro, substituindo as atuais escolas João Curupaná da Silva e Devanira Ferreira Alves – ambas com estruturas já bastante comprometidas.

O projeto da nova escola no Menino Deus prevê uma área construída de 830 metros quadrados, com 28 salas e capacidade de atendimento para 700 alunos. A proposta da Prefeitura é construir a escola onde hoje funciona o estádio municipal, e transferir este para a área do futuro Parque Linear do Timbú. O projeto é de autoria da Prefeitura e está chamando até mesmo a atenção de outros municípios, como Campo Magro, que pretende desenvolver ações semelhantes pelo custo benefício da obra. As duas escolas somam investimentos de mais de R$ 4 milhões cada.

Além das escolas, também foram pleiteados o novo Cmei Tia Jaci, no Jardim Pinheiros; e um segundo Cmei para o Jardim Menino Deus, cada um com investimento de R$ 1,6 milhão; além de recursos para ampliação da frota escolar, capacitação de profissionais, aquisição de mobiliários, equipamentos e materiais.

No Ministério da Cultura, a principal reivindicação foi a construção do Centro de Artes e Esportes Unificados (Praça CEU) na região do Santa Luzia. A obra prevê investimentos de R$ 1,5 milhão, com 509 metros quadrados, e estrutura com cineteatro, oficinas, biblioteca, espaço da memória, entre outros. Para tratar sobre o investimento, Lara esteve reunido com a ministra interina Mariana Ribas.

Outra obra pleiteada, desta vez no Ministério da Integração, foi a implantação da Casa de Pedra na Campininha – um espaço para realização de feiras livres de incentivo ao turismo e ao produtor. O convênio já está assinado e soma um montante de R$ 300 mil.

Fórum Mundial da Água

Em Brasília, Lara também participou do 8º Fórum Mundial da Água e chamou a atenção para os prejuízos causados aos municípios pelo Plano Nacional de Recursos Hídricos, que veta medidas compensatórias pelo abastecimento público.
“Tive a chance de conversar com dois pré-candidatos à Presidência, o deputado Jair Bolsonaro e o senador Álvaro Dias, pedindo a revisão geral do Plano Nacional dos Recursos Hídricos, cujo artigo 24 foi suprimido, tirando de qualquer município do Brasil a chance de receber royalties por abastecimento público de água. Na prática, os municípios sofrem com as restrições de crescimento por deterem áreas de preservação permanente sem receber qualquer medida compensatória por oferecer água pura e de qualidade. É o caso de Quatro Barras, com a Represa do Iraí”, destacou Lara.

O prefeito também avaliou a viagem de forma produtiva no sentido de buscar novos investimentos. “Nosso Plano Municipal de Educação estabeleceu até 2020 alguns investimentos em equipamentos públicos como novas escolas e Cmeis, e eu estou focado para atender o Plano Municipal. Como não temos lastro financeiro para isso, os recursos federais serão determinantes”, ressaltou Lara.

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)