Escrito em por

DSC_1068

 

A blitz preventiva aconteceu na Avenida Camilo Di Lellis e contou com a participação do Detran, Polícia Militar e Guarda Municipal

Realizada anualmente, a campanha de trânsito Maio Amarelo tem a proposta de chamar a atenção da sociedade para o alto índice de mortos e feridos no trânsito em todo o mundo. Com o tema “No Trânsito, O Sentido é a Vida”, a sexta edição, 2019, que tem como meta incentivar os adultos para que ouçam o conselho dado por uma criança, propõe o envolvimento direto da sociedade nas ações e uma reflexão sobre uma nova forma de encarar a mobilidade. Trata-se de um estímulo a todos os condutores, seja de caminhões, ônibus, vans, automóveis, motocicletas ou bicicletas, e aos pedestres e passageiros, a optarem por um trânsito mais seguro.

Em Pinhais, diversas ações da campanha vêm acontecendo. Uma delas foi na segunda-feira (13), na rua Camilo Di Léllis, em frente à Câmara Municipal, a partir das 10h da manhã, em uma blitz educativa que contou com a participação do Detran-Pr, da Guarda Municipal de Pinhais e da Polícia Militar do Paraná.

Todos pela vida

De acordo com o Diretor Operacional do Detran-Pr, Cel. Mauro Celso Monteiro, o objetivo da ação, como a realizada em Pinhais, é a promoção da campanha ‘Maio Amarelo’. Muitas vezes, os acidentes acontecem por detalhes pouco observados pelo condutor, pedestre ou ciclista. Nosso objetivo é que as campanhas estendam-se pelo ano todo. Neste Maio Amarelo, as ações educativas têm sido feitas todos os dias, em diversos municípios do Paraná. Queremos fazer um chamamento ao cidadão para que se atenha quanto a importância da prevenção de acidentes de trânsito. A imprudência é a maior causa de acidentes de trânsito, a exemplo do excesso de velocidade e de dirigir embriagado. O Brasil, lamentavelmente, está entre os cinco países com maior número de vítimas fatais em acidentes de trânsito”, lamentou.

Crianças como público-alvo

O Diretor de Recursos Humanos e coordenador das campanhas educativas do Detran-Pr, Mário Marques Guimarães Neto, enfatizou que o Maio Amarelo é o maior evento mundial de campanha educativa de trânsito. “Desde o dia 1º de maio estamos com ações e blitze educativas por todo o estado. E vamos dar continuidade a essa campanha por todo o ano, pois é preciso que as pessoas não esqueçam da prevenção. Desde o início de 2019, a gestão estadual tem lançado campanhas educativas de trânsito, tendo começado em janeiro , nas escolas. Em Pinhais, já fizemos uma blitz educativa próximo à Ecovia, que conta com uma pista de educação de trânsito com carrinhos elétricos, em uma ação destinada às crianças. Aliás, nosso público alvo principal são as crianças, temos de começar pela base. Alguns adultos já estão muito mal acostumados a cometer infrações. Abordando os futuros motoristas instala-se uma nova mentalidade. Ninguém sai de casa para matar ou morrer no trânsito. É a imprudência que causa a maior parte dos acidentes e mortes”, lembrou.

Ciretran em Pinhais

Quanto à criação de uma Ciretran – Circunscrição Regional de Trânsito – em Pinhais, tema já debatido no município, Marinho afirmou que já existe projeto do Detran-Pr apresentado ao Governador Ratinho Júnior. Porém, está em fase de estudos de viabilidade. “O projeto está aprovado, já solicitei ao Governador do Estado o atendimento dessa demanda. Estamos em fase de reavaliar contratos do Detran, e de enxugamento da máquina administrativa do Estado.

Visita ao Posto do Detran

Também no dia 13, Marinho e o Coronel Monteiro visitaram o posto do Detran-Pinhais com o intuito de verificar as instalações e o atendimento ao cidadão. Na oportunidade, Marinho destacou que a unidade do Detran-Pr em Pinhais tem facilitado ao cidadão a solicitação de serviços e documentação. “O cidadão não precisa mais deslocar-se a Curitiba para solicitar serviços de vistoria, de transferências e outros. Os pedidos feitos no Posto da cidade são encaminhados ao Detran de Curitiba, e a documentação solicitada volta por envio de malote. No entanto, se houvesse uma Ciretran em Pinhais, tudo seria resolvido na própria cidade, sem a necessidade de envio por malotes das documentações pedidas”, avaliou.

DSC_1096 DSC_1131

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)