Escrito em por

governo-01

 

Além da quantidade, houve também um alto percentual de acertos apresentado pelos estudantes, que responderam corretamente 75% das atividades.

Estudantes do Paraná bateram a marca de 4 milhões de atividades entregues por dia, através do aplicativo Google Classroom. O número foi alcançado no dia 26 de agosto pelos alunos que usam a plataforma para seguir com as aulas remotas durante a pandemia. Além da quantidade, houve também um alto percentual de acertos apresentado pelos estudantes, que responderam corretamente 75% das atividades.

Os valores mostram o engajamento dos estudantes com as aulas virtuais, além do compromisso em fazer as avaliações que os professores pedem. A marca é inédita e mostra uma crescente: semana após semana, o número de atividades entregues aumenta.

O total, na primeira semana de julho, oscilava entre 2 e 3 milhões. Na primeira semana de agosto, logo após o recesso, as atividades passaram a superar a marca de 3 milhões, chegando aos 4 nos últimos dias.

O fato também é apontado pelo recente dado divulgado pelo Instituto Datafolha, que aponta que o sistema de aulas não presenciais do Paraná alcança 97% dos estudantes com média de 89% realizando semanalmente as atividades propostas – índices bem acima da média nacional de 79% de alcance e 66% na realização das atividades.

Para Renato Feder, secretário estadual da Educação e do Esporte, a marca mostra a eficiência do sistema em manter o vínculo entre estudantes e a escola. “É importante vermos que a oferta que temos para nossos alunos e alunas seja também um motivador para que eles continuem desenvolvendo interesse pelo conhecimento. Certamente este período de atividades remotas vai contribuir para que o ritmo não seja perdido”.

A fala de Feder reforça a necessidade de que estudantes sejam incentivados pelas reuniões e atividades virtuais, e é destacada pelos gestores de escolas do Estado. Vladmir da Silva Ferreira, diretor do Colégio Estadual Lysimaco Ferreira da Costa, em Paranapoema, aponta que a adesão dos alunos tem crescido. “A adesão e participação dos alunos foi aumentando gradativamente todos os meses desde abril e hoje já contamos com 100% de nossos alunos estudando em alguma plataforma”, diz. “A nossa meta é mantê-los interessados e motivados com aulas remotas, procurando criar constantemente ações inovadoras que incentivem nossos alunos a estudarem a aprenderem cada vez mais”, afirma o diretor.

AULA PARANÁ

Além do Google Classroom para entregar as atividades e interagir diretamente com seus professores, o Aula Paraná oferece aos estudantes da rede pública três canais de TV aberta, um aplicativo Aula Paraná para celulares, videoaulas ao vivo pelo Google Meet e, também, materiais impressos para quem não possui acesso aos meios digitais.

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)