Escrito em por

por Vanessa Martins de Souza

Presidente Marcinho pontua continuidade da execução de obras do plano de governo

vereador marcinho

Dando continuidade à execução do plano de governo, a gestão da Prefeita Marli Paulino (PDT) e da Vice-Prefeita Rosa Maria (PROS) tem avançado nas obras de duplicação da Avenida Maringá, pontuou o Presidente do Poder Legislativo Municipal, Vereador Marcinho (PDT). “Nesta semana, estão sendo feitas as obras de drenagem. Os trabalhos com sondagem do solo, medição topográfica foram feitos na semana anterior para, agora, iniciarem os serviços de drenagem. Esta obra será mais um marco da gestão, compreendendo um trecho de quase 1 km de extensão, entre as ruas Jandaia do Sul e Umuarama”, apontou.

O presidente lembrou ainda que incluem-se no projeto a execução de calçadas padronizadas em concreto poroso, ciclovias e ciclofaixas, pavimentação definitiva em concreto Betuminoso Usinado a Quente, travessias elevadas para pedestres, dispositivos de intersecções viárias, nova iluminação pública e paisagismo. “Enfim, será uma marcante obra de revitalização dessa importante via que liga a região central com o Atuba, passando pelo Emiliano Perneta. Uma obra fundamental que revela a dedicação e competência de toda as equipes envolvidas neste projeto, formada por servidores com capacidade técnica de planejamento e de execução, bem como salienta o compromisso e a seriedade com que a gestão conduz a execução de seu plano de governo. É com servidores competentes e profissionais que se constrói uma grande cidade, mesmo que pequena em extensão, mas grande em seus projetos avançados e em sintonia com a modernidade, a exemplo das calçadas porosas, que absorvem a água da chuva, representando uma referência a outros municípios”, finalizou Marcinho.

 

Vereador Binga defende extinção da Lei de Responsabilidade Fiscal para desengessar gastos com folha de pagamento

vereador binga

O vereador Binga (CIDADANIA) teceu alguns comentários em seu discurso, nas Explicações Pessoais, sobre os desafios enfrentados pelas gestões, em especial, relacionados aos limites impostos pela Lei d e Responsabilidade Fiscal (LRF). “Às vezes, é muito fácil criticar uma gestão. Mas, todas as gestões estão sob os limites da Lei de Responsabilidade Fiscal, que limita um percentual para gastos com a folha de pagamento do funcionalismo. Se os gastos ultrapassarem os 54%, é improbidade administrativa, levando ao risco de o Governador, o Prefeito, o Presidente da República, perder o mandato. Não há salvador da pátria em lugar algum”, observou.

Reajuste aos professores

Sobre a greve dos professores da rede estadual de ensino, o vereador lembrou que faz somente seis meses que o Governador Ratinho Júnior está no poder. “O Governador Ratinho Júnior não é o culpado da situação ter chegado a esse ponto. A coisa mais elegante que um governante pode fazer é poder conceder e pagar os reajustes necessários às categorias de servidores. Mas, o governador disse que não tem como pagar. A crise vem de anos anteriores. E há a Lei de Responsabilidade Fiscal que limita os gastos com a folha de pagamento. O impacto de um reajuste costuma ser alto na folha de pagamento. Defendo, aliás, uma revisão na Lei de Responsabilidade Fiscal, no Congresso Nacional. Defendo que o ideal seria o gestor poder gastar o que for preciso com a folha de pagamento, pois é o servidor público quem faz a gestão funcionar, ele é quem executa todos os serviços públicos”, defendeu.

Por fim, pediu respeito a governantes como o Governador Ratinho Júnior, que é um político sério, comprometido, e no qual acredita que faz um bom governo. “Todo mundo sabe que a crise fiscal do estado não vem desse governo. O Ratinho Júnior chegou agora, só há seis meses”, disse.

Vale-refeição a servidores municipais

Também parabenizou a gestão em Pinhais por estar promovendo avanços na implantação gradual do vale-refeição aos servidores públicos. A Casa votou nesta sessão em plenário avanços nesse sentido, garantindo, até dezembro de 2019, a concessão de uma ajuda de custo parcial para as refeições, a partir de aprovação de alteração na legislação vigente. “Parabéns, Pinhais, precisamos avançar, mas com cautela. O principal é primeiramente assegurar que os salários continuem sendo pagos em dia. Depois, vemos se dá para avançar, aos poucos”, elogiou.

 

Carlinhos do Eliza alerta para prevenção a acidentes domésticas com as crianças em férias

carlinhos

O Vereador Carlinhos do Eliza (PT), lembrando que o mês de julho é temporada de férias escolares da criançada, faz um alerta aos pais e responsáveis, a fim de evitar acidentes com brincadeiras ou em situações domésticas do cotidiano. “No mês de julho, as crianças ficam mais em casa, por estarem de férias escolares. Ou brincam mais nas ruas e na casa de amigos e vizinhos. É importante que os pais ou responsáveis fiquem alertas, pois há mais chances delas sofrerem acidentes, quedas, queimaduras, intoxicações, em casa ou nas ruas e parquinhos”, afirma.

De acordo com dados da ONG Criança Segura, os acidentes são a principal causa de morte de crianças e adolescentes de zero a 14 anos no Brasil. Todos os anos, aproximadamente 3,7 mil meninas e meninos de zero a 14 anos morrem e outros 113 mil são hospitalizados devido a motivos acidentais no país. As quedas são hoje a principal causa de internação por motivos acidentais de crianças e adolescentes de zero a 14 anos no Brasil. Segundo dados do Ministério da Saúde, em 2017, 51.928 crianças dessa faixa etária foram hospitalizadas vítimas de quedas. As queimaduras também são frequentes. Segundo o Ministério da Saúde, em 2017, 20.864 crianças com idade de zero a 14 anos foram hospitalizadas vítimas de queimaduras. Em 2016, 209 crianças dessa faixa etária morreram por esse motivo e, desse total, 77 tinham entre um e quatro anos de idade.

Prevenção a quedas

Para prevenir quedas, é muito importante ficarmos atentos dentro de casa com escadas, pisos e tapetes escorregadios, além de instalar redes de proteção nas janelas de apartamentos. “Nas ruas, muito cuidado com brincadeiras com bicicletas e patins. As crianças devem circular em locais adequados, longe do trânsito de veículos”, acrescenta.

Prevenção a queimaduras

Para prevenir queimaduras, mantenha as crianças longe da cozinha e do fogão, principalmente durante o preparo das refeições. Cozinhe nas bocas de trás do fogão e sempre com os cabos das panelas virados para dentro, para evitar que as crianças entornem os conteúdos sobre elas. O uso de protetores de fogão é um cuidado a mais para evitar que a criança tenha acesso às panelas. Deixe comidas e líquidos quentes no centro da mesa, longe do alcance das crianças. Não utilize toalhas de mesa compridas ou jogos americanos. As crianças podem puxar esses tecidos, causando escaldadura ou queimadura de contato.

Choques elétricos e soltar pipas

O Vereador complementa lembrando do cuidado com acidentes por choques elétricos, ao colocarem o dedo em tomadas ou em carregadores de celulares deixados na tomada após o uso. “Também, vale lembrar que as brincadeiras de soltar pipa com cerol é um material proibido, que não deve ser usado, por ser altamente cortante, podendo levar à morte ao atingir o pescoço. Ainda é importante a recomendação de não deixar as crianças e adolescentes soltarem pipas perto da rede elétrica”, recomenda.

Intoxicação

Acidentes e até mortes por intoxicação também podem ocorrer. “Crianças menores, por exemplo, podem confundir medicamentos com balas. Deixar medicamentos longe do acesso das crianças é o melhor a fazer. Assim, como não deixar ao alcance das crianças pequenas produtos de limpeza. O álcool e o querosene, usados na limpeza doméstica, também são perigosos ao alcance das crianças, sendo produtos altamente inflamáveis. Enfim, todo cuidado é pouco com crianças. Férias devem ser um período de descanso e diversão e não para gerar acidentes que pode até ser fatais. Não queremos nesse período que as crianças passem as férias tendo de serem hospitalizadas. Vamos cuidar dos pequenos com atenção redobrada nesse período”, lembra o vereador.

 

Vereador Airton Silva destaca projetos em benefício à causa animal

vereador airton

O Vereador Airton Silva (PSC) destacou alguns pontos importantes da gestão municipal, lembrando do Projeto de Indicação ao Poder Executivo Municipal sugerindo serviços de castração de animais no município. O Projeto contou com a assinatura dos vereadores Airton Silva, Renan Ceschin, Carlinhos do Eliza, Arnaldo do Vizinho Solidário e Tavinho, tendo sido aceito pela Prefeitura, que encaminhou à Casa um projeto de lei com esse teor. “Vale lembrar que o projeto, após aprovação na Casa, continua sendo executado pela gestão. Sempre batalhamos, também, pela implantação do Castramóvel. Além disso, há uma clínica veterinária na Secretaria de Meio Ambiente que também faz a castração, um projeto já estruturado que é muito importante para que possamos diminuir a superpopulação de cães e gatos de rua. Temos, ainda, dado prioridade aos protetores de animais na fila da castração, reconhecendo o valioso trabalho que fazem. Eu e a vereadora Jane Carteira também apresentamos projeto, que foi aprovado na Casa, para a criação de um Banco de Ração Animal. Há uma certa dificuldade em arrecadar doações de ração, mas a Prefeitura tem investido no abastecimento do Banco de Ração”, lembrou.

Títulos de moradia

Sobre o projeto de entrega de títulos de moradia a moradores de áreas irregulares que acarreta uma maior facilidade em obter ligações de serviços de fornecimento de água potável, saneamento e de energia elétrica, é importante acrescentar que é uma iniciativa de grande valia, destacou o vereador. “O município é banhado por três rios. Há moradias próximas a esses rios. Facilitar as ligações de água e de luz a essas famílias que não têm conseguido esses serviços é imprescindível. É preciso dar condições para que obtenham esses serviços. As pessoas que estão morando nesses imóveis, ao passarem a contar com o título de uso, mesmo ainda não sendo proprietárias, serão beneficiadas. Muitos encontram dificuldades em fazer as ligações de água e luz por encontrarem-se em áreas de preservação ambiental”, explanou.

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)