Escrito em por

por Vanessa Martins de Souza

Carlinhos do Eliza valoriza população e empresários que apoiaram caminhoneiros durante a paralisação

carlinhos

O Vereador Carlinhos do Eliza (PT) ressaltou a importância do apoio popular à greve dos caminhoneiros, valorizando as pessoas de tantas cidades brasileiras que saíram às ruas para protestar no período da paralisação. “Essas pessoas deram todo apoio aos caminhoneiros porque entenderam que a paralisação foi em prol e um Brasil melhor, mostrando quem tem força, aqueles que mandam no país, realmente”, valorizou.

Na avaliação do Vereador, a greve não foi em vão, os caminhoneiros obtiveram reivindicações atendidas. “Porém, penso que ainda foi pouco, diante das condições em que trabalha essa categoria. Defendo que caminhoneiros não deveriam pagar pedágio, pois se o frete custasse mais barato, terminaria por baratear também os produtos que todos nós, entre a população, consumimos. O valor do frete vem embutido nos preços dos produtos que consumimos. Mas, além do pedágio, caminhoneiros pagam gasolina e diesel caros, mais os custos de manutenção dos caminhões, enfim, tudo muito dispendioso. No final das contas, é um absurdo, o caminhoneiro quase paga para trabalhar. Isso está errado, um pai de família sair 30 dias nas estradas para ganhar cerca de R$ 2 mil, R$ 1 mil em 800 por mês. Isso não é justo, praticamente pagam para trabalhar”, colocou.

Carlinhos parabenizou ao empresário Cristóvão da Rosa, proprietário do Supermercado Eliza, pela postura de apoio aos caminhoneiros durante a paralisação. “O Cristóvão deu exemplo de solidariedade aos caminhoneiros ao distribuir alimentos a motoristas de mais de 20 carretas e caminhões que ficaram parados aqui no município. Durante uma semana, o Cristóvão distribuiu alimentação a esses motoristas que participavam da paralisação, pois a situação deles já estava difícil, sem trabalhar, sem ganhar, e ainda terem de bancar alimentação. Parabéns a esse empresário da nossa cidade, bem como a outras pessoas do município que fizeram sua parte ajudando de alguma forma os caminhoneiros”, reconheceu.

Bons preços, apesar da greve

O Supermercado Eliza também se destacou, de modo exemplar, durante a greve, pela manutenção dos preços de seus produtos. “Ao contrário de alguns postos de gasolina e alguns supermercados, o estabelecimento do Cristóvão não inflacionou os preços por causa da greve, a fim de não prejudicar seus clientes. Houve supermercado que estava cobrando tomate a R$ 10 e a batatinha a R$ 8,9, mas, no Eliza, os preços não foram inflacionados. O supermercado preferiu fazer a diferença com seus clientes, mesmo atundo com prejuízo ou sem margem de lucro, a fim de não dificultar mais as coisas para a população.

Parabéns à empresa, que soube perceber que o motivo da greve foi por um Brasil melhor e que, às vezes, é preciso perder um pouco agora para ganhar no futuro. Parabéns a todos os comerciantes e empresários que não inflacionaram os preços de suas mercadorias, demonstrando sensibilidade num momento de crise”, elogiou.

 

Marcinho enaltece Dia do Rio e importância da limpeza e preservação dos mananciais

vereador marcinho

O Presidente da Casa, Vereador Marcinho (PDT), salientou a importância do Dia do Rio, comemorado no dia 5 de junho. Segundo o parlamentar, essa data merece ser valorizada para nos lembrar da extrema necessidade de cuidarmos dos nossos rios e do meio ambiente, de forma geral. “Nosso município está numa região de mananciais de água que fornecem o abastecimento a centenas de milhares de pessoas, assim, devemos redobrar os cuidados com a limpeza e proteção de nossos rios”, afirmou.

Marcinho ainda lembrou sobre a importância de que não seja jogado lixos e entulhos nos rios, evitando assim a poluição dos mesmos e o agravamento das enchentes. “Cada cidadão deve contribuir com sua parte, ao não jogar lixo e entulhos nos rios ou às suas margens, o que, além de poluí-los, ainda contribui para o agravamento das enchentes e alagamentos. Rios são fonte de um precioso recurso natural, que é a água, um bem que será cada vez mais valorizado num breve futuro, devido ao risco de escassez. Vamos cuidar de nosso meio ambiente, da natureza, pois ela é a fonte de toda vida na Terra, bem como a vida humana depende de sua preservação”, sublinhou.

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)