Escrito em por

por Vanessa Martins de Souza

Marcinho ressalta canteiro de obras e devolução de R$ 11 milhões aos cofres públicos em três anos

vereador marcinho

O Presidente do Poder Legislativo Municipal, Vereador Marcinho (PDT), elogia o trabalho da Secretaria Municipal de Obras, que tem transformado a cidade em um canteiro de obras permanente. No último sábado (7), por exemplo, foi a vez da Rua Rio Solimões, no Weissópolis, receber o anúncio de obras e melhorias pela Prefeita Marli Paulino, em reunião com moradores.

Será realizado o calçamento em concreto poroso em toda sua extensão de aproximadamente 2 km. “A Prefeitura, mediante a Secretaria de Obras, tem demonstrado que, mesmo em um momento de crise econômica no país, tem investido em infraestrutura continuadamente. Tem realizado encontros com a população sempre que inicia uma nova obra, a fim de ouvir as demandas do povo. O momento de dar sugestões e fazer solicitações à Prefeitura é nesses encontros. Meus parabéns ao Secretário Mário Stier e equipe, e à Prefeita e à Vice, que provam que é possível superar dificuldades bem administrando o orçamento, não deixando o município parar em nenhum dos bairros”, elogia.

O trabalho dos vereadores, continua o Presidente da Casa, tem sido essencial, como bem disse a Prefeita Marli Paulino no encontro com os moradores. “Nós, vereadores exercemos um papel importante na continuidade das obras, como bem disse a Prefeita, ao solicitarmos intervenções e representarmos as demandas da comunidade”, afirma.

Devolução de cerca de R$ 11 milhões aos cofres públicos

O Presidente da Câmara, lembrou, ainda, durante o encontro, que, nos últimos três anos, os vereadores devolveram para a Prefeitura cerca de R$ 11 milhões, valor este que foi investido em mais melhorias à população de Pinhais.

“O compromisso com a economia de recursos, a gestão responsável do orçamento desta Casa é a tônica da nossa administração. Os recursos são públicos e temos a obrigação de geri-los com muita responsabilidade, dando a necessária contrapartida à população”, acrescenta.

 

Vereador Binga agradece por obras de calçadas em várias ruas no bairro Jardim Weissópolis

vereador binga

O vereador Binga (CIDADANIA) destacou o anúncio, no sábado (07/03), de mais uma obra no Weissópolis, de calçadas, pela Prefeita Marli Paulino. “Fico muito feliz por mais essa obra ao Weissópolis. Tenho votos na cidade inteira, trabalho por todos os bairros, mas sempre vamos defender onde obtivemos mais votos. O Weissópolis sempre me elegeu quase maciçamente. Agradeço à Prefeitura pelas calçadas na Rua Rio Solimões, na Rua Paranapanema e o recape na Rua Trombetas. Ficamos muito felizes. O país em dificuldades, mas Pinhais não deixa de lançar obras”, agradeceu.

Nas Explicações Pessoais, Binga discorreu sobre o apoio que sempre deu ao ex-governador Beto Richa e as boas relações que mantém com o governador Ratinho Júnior. “No mandato do Beto, fomos eu, e os vereadores Filho e Airton, pedir pelo atendimento a demandas de Pinhais ao Governo do Estado. Pedimos a Delegacia Cidadã, as obras da João Leopoldo Jacomel. Nunca escondi que sempre tive excelentes relações com o Beto Richa, com a Fernanda Richa. E tenho, sim, boas relações com o Governador Ratinho Júnior. Meus filhos estão trabalhando na área de esportes do estado; o ex-vereador Marinho está no Detran, porque fui eu que o indiquei. Fui criticado por ter filhos trabalhando no Governo do Estado, mas eles estão lá por competência. Sou de família de pessoas que trabalham, comecei vendendo dolé nas ruas”, observou.

Parceria de Pinhais com Governo do Estado

Binga alertou para a necessidade de muita cautela com críticas ao governador. “Pinhais sempre precisará do Governo do Estado, indiferentemente de quem venha a ser o próximo prefeito. A cidade vai precisar muito de recursos estaduais, visto que o governo federal não vai bem. Votei no Bolsonaro, mas a única coisa que fez foi a reforma da Previdência para prejudicar os idosos, os aposentados. Sempre cumpri meus compromissos. Vim lá da mimosa, do dolé, e, se venci na vida, foi sem mentir para ninguém”, concluiu.

 

Airton Silva alerta para inverdades propagadas por pré-candidatos a vereador

vereador airton

O Vereador Airton Silva (PSC) valorizou, no Grande Expediente, os dois eventos religiosos em comemoração ao aniversário de Pinhais, realizados no final de semana. “Tivemos no Cenforpe os eventos católico e evangélico, que foram muito bons. Há os que criticam o uso de um espaço público para eventos religiosos, alegando que o Estado é laico. Porém, há lei municipal permitindo a qualquer entidade religiosa locar espaços públicos como o Cenforpe, e escolas municipais, para eventos com o pagamento de uma taxa, gerando arrecadação ao município”, explanou.

Eleições 2020

O parlamentar comentou, também, sobre a pré-campanha eleitoral a vereador, que já começa a esquentar no município. “Há pré-candidatos que pouco entendem de legislação e dedicam-se a criticar sem saber como as coisas funcionam ou estão de má-fé, mesmo. É preciso que a população saiba o que é competência de um vereador e o que não é. Não temos poderes ilimitados. Criticaram por não termos aprovado projeto para baixar a tarifa de água da Sanepar. Mas, a Sanepar não é empresa do município. Seria bom a essa pessoa que critica entender melhor a competência dos vereadores para legislar ou não sobre variados assuntos. Se fosse fácil interferir nas tarifas da Sanepar, os deputados estaduais já teriam feito. E os municípios que votaram projeto de lei semelhante não conseguiram implantá-lo. Fizeram um projeto populista que, na prática, não funcionou. Até hoje, não vi nenhum município que tenha conseguido baixar a tarifa. A exceção é Paranaguá, porque tem uma companhia de abastecimento de água municipal. Vamos verificar bem como as coisas funcionam antes de criticar. O município tem um limite prudencial na Lei de Responsabilidade Fiscal que não permite gastos irresponsáveis. Cuidamos para não extrapolar as contas públicas. Não adianta, por exemplo, defendermos aumento a servidores se não há recursos para isso. Há a folha de pagamento e há necessidade de que sobrem recursos para investimentos. Há uma arrecadação, um orçamento, que não pode ser extrapolado. É prejudicial até para o pré-candidato que critica, falar sem conhecimento, pois, demonstra que ele não entende nada”, lamentou.

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)