Escrito em por

piraquara01

 

No sábado, dia 15, a Prefeitura de Piraquara, por meio da Secretaria de Cultura, Esporte e Lazer, realizou o evento “Natal no Parque”, no Parque das Águas, Centro da cidade. Foram várias ações culturais com música, vivências terapêuticas, gastronomia e a exposição “Yai: Seres Invisíveis”, da artista gráfica piraquarense Kah Duarte.

A partir das 10 horas, foi possível experimentar as vivências terapêuticas, que aconteceram sob uma tenda montada no deck, à beira do lago. “Apenas na parte da manhã, fizemos cinco atendimentos”, contou Getúlio Guerra, terapeuta que leva o projeto “Terapias no Parque” para vários espaços em Curitiba e Região Metropolitana. Guerra informou à organização que aconteceram 19 atendimentos no total.

No anfiteatro, às 14 horas, a dupla sertaneja Zé Luiz e Rafael animou e embalou o público que já se acomodava na arquibancada sob um sol escaldante e temperatura acima dos 30º. Na sequência, em torno das 15 horas, o guitarrista e violonista Jhonatan Lopes, surpreendeu e encantou com um repertório composto por clássicos da música popular brasileira, em formato solo.

Criado especialmente para o evento “Natal no Parque”, o Coral das Águas, cujos integrantes são, na maior parte, servidores públicos municipais, apresentou três canções, sendo dois clássicos natalinos: “Noite Feliz” e “Sino de Belém”. A primeira dama, Ana Mazon fez um breve discurso ao final da apresentação contando um pouco sobre o início do coral. Ana disse ainda que o coral dará continuidade nos ensaios e em breve se apresentará novamente.

Logo após, subiu ao palco a banda piraquarense In The Rosemary Dream, que fez um show baseado nas canções autorais do grupo, e envolveu a plateia com a batida e os riffs marcantes do rock’n’roll. O grupo de rap Virtude Íntegra trouxe letras de conteúdo politizado e muita musicalidade. Os dois grupos (In The Rosemary Dream e Virtude Íntegra) fizeram um improviso, misturando rock e rap, que agradou muito ao público.

Como é típico dos dias muito quentes, nesta época do ano, uma tempestade começou a se formar, mais ou menos a partir das 19 horas, durante a apresentação do Virtude Íntegra.

Às 20 horas subiu ao palco a banda Jazz pras 5, com repertório formado por clássicos do Jazz. Mas, as primeiras gotas já caiam, indicando que a chuva viria com muita intensidade. E foi o que aconteceu. A arquibancada rapidamente se esvaziou no momento de maior concentração de público do evento. O imprevisto inviabilizou a continuidade dos shows, tanto do Jazz pras 5, que apresentava a segunda música, quanto o aguardado show da Academia da Viola.

Também foram destaques da programação a exposição “Yai: Seres Invisíveis”, da artista gráfica piraquarense Kah Duarte, o Papai Noel com os Duendes, preparados pelo professor de artes cênicas do Teatro Municipal Heloína Ribeiro de Souza, Fabiano Amorim e a oficina de desenho do desenhista Anjinho.

Apesar do final inusitado, o “Natal no Parque” atendeu as expectativas, e teve grande participação da população. “É o segundo ano que realizamos este evento cujo propósito é abrir espaço aos artistas locais e que isso estabeleça uma relação com o público. Este ano tivemos atrações para o público infantil, exposições, vivências terapêuticas, visita de grupos da região (bicicletas antigas) e a primeira apresentação do Coral das Águas. Só temos a agradecer a todos que de alguma forma contribuíram para que este sábado tenha sido um dia especial”, concluiu a Secretaria Municipal de Cultura, Esporte e Lazer, Cristina Maria Rizzi Galerani.

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)