Escrito em por

cida03

 

Evento no Palácio Iguaçu confirmou a liberação dos recursos pelo Ministério das Cidades. Maior parte da verba será usada em obras da Linha Verde, em Curitiba. Piraquara, Colombo, Pinhais e São José dos Pinhais vão investir em projetos de drenagem para evitar enchentes.

Curitiba, Piraquara, Colombo, Pinhais e São José dos Pinhais vão investir R$ 175 milhões em obras de mobilidade urbana e drenagem. Os recursos foram liberados nesta quinta-feira (10) em evento no Palácio do Iguaçu com o ministro das Cidades, Alexandre Baldy, e prefeitos da região.

A governadora Cida Borghetti afirmou que o ato é mais um exemplo da boa parceria do Paraná com o governo federal para a melhoria da vida das pessoas. “A união de esforços promove a melhora do Estado do Paraná e da vida de todos os paranaenses. A nossa prioridade é atender a população que vive nas grandes e nas pequenas cidades”, disse.

O ministro Alexandre Baldy reforçou que os recursos para a RMC foram possíveis graças a parceria com o Governo do Estado. “São frutos de todo o trabalho e dedicação do Governo do Paraná que buscou incansavelmente a liberação junto ao governo federal”, afirmou. Ele destacou outras parcerias com o Paraná como obras de saneamento executadas pela Sanepar e de habitação, em conjunto com a Companhia de Habitação do Paraná (Cohapar).

“O Paraná é um dos estados que mais captou recursos do Ministério das Cidades”, declarou. Ele reforçou que nos últimos dias a Sanepar conquistou R$ 140 milhões para obras em 69 municípios e que já está em trâmite a liberação de mais R$ 100 milhões para os projetos habitacionais no estado.

LINHA VERDE

O maior investimento, cerca de R$ 122 milhões, foi destinado para construção de bacias de contenção na sub-bacia do Rio Barigui e para a quarta etapa das obras da Linha Verde, que prevê o alargamento de um viaduto, construção de trincheira nas proximidades da Avenida Victor Ferreira do Amaral e criação de terceira e quarta pistas para ultrapassagem nas canaletas de tráfego exclusivo do transporte coletivo.

Cerca de 340 mil pessoas serão beneficiadas com as obras. “As obras da Linha Verde vão proporcionar mais integração da Região Metropolitana e desenvolvimento às cidades da grande Curitiba”, afirmou a governadora. “A grande Curitiba é uma só e a ideia é que até 2020 tudo esteja concluído”, falou o prefeito Rafael Greca.

DRENAGEM

Os municípios da RMC vão investir R$ 52,5 milhões na implantação de reservatórios de contenção e seis bacias de amortecimento para diminuir o risco de enchentes. Também serão criados diques para proteção dos mananciais.
“São obras fundamentais que melhoram a condição de vida da população”, disse a prefeita de Colombo, Bete Pavin. O prefeito de Piraquara, Marcos Tesserolli, comemorou o investimento. “É uma valorização ao município”, afirmou. A prefeita de Pinhais, Marli Paulino, também esteve no evento, assim como o representante do prefeito de São José dos Pinhais, Augustinho Michalizen, que é secretário de Governo do município.

PRESENÇAS

Também participaram do evento os secretários de Estado Sílvio Barros (Desenvolvimento urbano), Fernando Ghignone (Administração e Previdência), Alexandre Teixeira (Comunicação Social); o presidente da Cohapar, Nelson Cordeiro Justus; o presidente da Sanepar, Ricardo Soavinski; o presidente da Fomento Paraná, Vilson Ribeiro de Andrade; os deputados federais Ricardo Barros, Osmar Serraglio e Luciano Ducci; e a deputada estadual Maria Victória.

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)