Escrito em por

curitiba01

 

Aglomerações, falta de máscara de proteção e estabelecimentos funcionando em dias e horários em que deveriam estar com restrição de atividades foram flagrados pelas equipes da prefeitura

No fim de semana em que Curitiba registrou dez mortes de moradores pela Covid-19, o maior número até agora, também foi alto o índice de infrações e desrespeito por parte da população às medidas de controle da pandemia.

Aglomerações, falta de máscara de proteção e estabelecimentos funcionando em dias e horários em que deveriam estar com restrição de atividades foram flagrados pelas equipes da prefeitura, durante as 70 fiscalizações realizadas no sábado (20/6) e no domingo (21/6), de dia e à noite, em diferentes bairros.

Os fiscais interditaram 38 estabelecimentos, aplicaram cinco notificações por descumprimento da Resolução 01/2020 e 13 notificações devido a inadequações nos alvarás. Somente no domingo foram 11 vistorias que resultaram na interdição de seis bares nos bairros Alto da XV, Rebouças, Portão, e São Francisco.

O prefeito Rafael Greca mostrou preocupação com a falta de conscientização por parte da população indiferente às medidas necessárias de prevenção da doença altamente contagiosa.

“Sem dúvidas, caindo o isolamento social aumenta a replicação da infecção pelo novo coronavírus. O melhor é a gente ter consciência e ficar em casa”, disse Greca.

Ele destacou a participação da população que tem apresentado denúncias pelo 156 e 153. “Temos reprimido, dispersado os excessos, mas fica difícil, além da conscientização, uma prefeitura tutelar dois milhões de pessoas”, completou.

Fechados no fim de semana

No sábado e no domingo foram fechados bares, lojas de departamentos, centros de estética, lanchonetes, loja de materiais de construção, salão de cabelereiro, comércio de veículos, sorveterias, lojas de roupas, entre outros estabelecimentos. Todos em desacordo com o decreto 810/2020, que disciplina o funcionamento dos estabelecimentos comerciais enquanto a cidade estiver com a bandeira laranja (alerta médio).

Durante a semana, o comércio de rua pode funcionar de segunda a sexta-feira, das 10h às 16h. Já os restaurantes têm o funcionamento autorizado das 11h às 15h e das 19h às 22h. Estabelecimentos de serviços essenciais estão autorizados ao funcionamento desde que seguindo todas as medidas estabelecidas na resolução 01\2020.

A Resolução 01/2020 determina aos estabelecimentos em atividade a obrigatoriedade de medidas para garantir 1,5 metro de distanciamento entre as pessoas, uso de máscaras por funcionários e clientes, álcool em gel disponível para todos, entre outras normas.

Aifu

Boa parte das incursões fizeram parte do cronograma Ação de Fiscalização Urbana Integrada (Aifu) em parceria com o Governo do Estado, com a participação equipes das secretarias municipais do Urbanismo, Saúde, Defesa Social e Trânsito, Polícia Militar Corpo de Bombeiros. Também aconteceram fiscalizações realizadas apenas pelos fiscais da Secretaria Municipal do Urbanismo, com o apoio da Guarda Municipal.

Todos os locais vistoriados haviam sido alvo de denúncias feitas pela população por meio do 156.

Equipes da Vigilância Sanitária também agiram para coibir excessos. No período de 15 a 21 de junho foram realizadas 307 inspeções. Durante as incursões quatro estabelecimentos foram interditados (restaurantes e uma creche), além de terem sido registradas 14 infrações e 26 intimações.

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)