Escrito em por

 

O Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) no Paraná cresceu em 2017 em relação a 2015. O Ministério da Educação divulgou na segunda-feira, dia 3/9, o resultado do índice, que mede a qualidade da educação básica no Brasil.

Nos anos iniciais do Ensino Fundamental, o Paraná obteve a segunda melhor nota do país, 6,5, empatado com Minas Gerais e Santa Catarina. O estado de São Paulo obteve a melhor nota entre os estados, com 6,6, e a média nacional foi de 5,8.

Já nos anos finais do Ensino Fundamental, o Paraná ficou com a quarta melhor nota do país, juntamente com Rondônia, Mato Grosso e Distrito Federal, com 4,9. A nota paranaense ficou acima da média nacional, que foi de 4,7. Goiás foi o estado da Federação com maior nota: 5,3.

No Ensino Médio, o Paraná obteve nota 4, a quinta melhor do país, juntamente com Rondônia. A média nacional foi 3,8 e o Espírito Santo obteve a melhor nota, 4,4.

“Os resultados do Ideb mostram que os esforços que estamos fazendo na educação têm surtido efeito”, afirmou a secretária estadual da Educação, Lucia Cortez. “Temos trabalhado de forma contínua identificando as fraquezas e buscando evoluir e o resultado pode ser comprovado agora. Ainda há muito a ser feito, mas o resultado positivo do Ideb sinaliza que estamos no caminho certo”, acrescentou.

Para a superintendente da Secretaria de Estado da Educação, Ines Carnieletto, a evolução educacional se mede em médio e longo prazo. “Desde que estabelecemos nosso sistema interno de avaliação em 2012, o Saep, pudemos identificar pontualmente onde estavam as dificuldades e conseguimos evoluir. Os resultados mostram que estamos num crescente, mantendo constância nesta evolução”, disse.

DESTAQUES

Além da média geral dos estados, o Ideb fornece as notas individuais de cada escola. Entre os 2.150 colégios da rede estadual, o destaque é o Colégio da Polícia Militar do Paraná, em Curitiba, que obteve 7,2 de nota para os anos finais do Ensino Fundamental e 6,2 no Ensino Médio.

O Colégio Estadual Emílio de Menezes, também em Curitiba, obteve a segunda melhor média no Ensino Médio, com nota 5. O Colégio Estadual do Paraná e a Escola Estadual Angelo Trevisan obtiveram nota 6,6 nos anos finais do Ensino Fundamental.

PROVAS

Todas as escolas do Paraná participaram da avaliação, que ocorreu entre outubro e novembro de 2017. O Ideb é medido de dois em dois anos e leva em conta a proficiência e a taxa de aprovação das escolas. A próxima avaliação será feita em 2019.

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)