Escrito em por

pinhais08

 

O número de atendimentos às pessoas em situação de rua no município aumentou desde o início da pandemia

A Secretaria de Assistência Social, por meio do Centro de Referência de Assistência Social (Creas), realiza neste atual período da pandemia uma série de ações para pessoas em situação de rua.

O trabalho de abordagem social é feito pelos servidores do CREAS e acontece no município diariamente, inclusive, à noite e aos finais de semana. Nesta ação é realizado o monitoramento e sensibilização destas pessoas para aceitarem o acolhimento institucional, pelo menos durante o período da pandemia.

Outra importante iniciativa, é a entrega de alimentos, itens de higiene pessoal, entre outros. O público atendido recebe diariamente um kit lanche e um kit de higiene, com shampoo, escova de dentes, sabonete, creme dental, desodorante, barbeador, absorventes, além de sabão e água para lavagem das mãos, e máscaras de proteção. É ofertado também banho diário na sede do CREAS, com kit de higiene individual e doação de roupas e sapatos e, em alguns casos, a realização de recâmbio para retorno familiar. E com as baixas temperaturas dos últimos dias, também são doados cobertores para aqueles que não aceitam o acolhimento.

Mais um ponto de grande relevância é que as pessoas que se encontram em situação de rua recebem uma atenção especial na questão da saúde, sendo feito o encaminhamento e acompanhamento de atendimentos à UPA, CAPS AD, CAPS II, Centro de Agravos e Unidade Básica de Saúde. E sempre que há necessidade, é solicitada a avaliação para realização de exame (Covid-19), junto à Secretaria de Saúde.

A diretora do CREAS, Leoni Aparecida Cruz da Silva, explica que este trabalho sempre aconteceu no município, mas desde março, quando iniciou a pandemia, o número de atendimentos das pessoas em situação de rua aumentou. “O Serviço de Acolhimento Institucional para pessoas em situação de rua durante o mês de março teve um total de 38 acolhimentos. Já no mês de abril, este número aumentou para 57, sendo que a partir do dia 16 de março, quando se iniciaram ações para prevenção e combate à disseminação da Covid-19, até o dia 30 de abril, 41 acolhimentos foram efetuados por meio do trabalho da Abordagem Social e atendimentos técnicos realizados por profissionais do CREAS. Isto revela um aumento significativo no número de acolhimentos, pois durante o ano de 2019, a média mensal de acolhimentos foi de 24, e nos meses de janeiro e fevereiro de 2020, foi de 29”, detalhou.

Serviço

Para obter informações sobre este e outros serviços do CREAS, entre em contato pelos telefones: 3912-5218 e 99206-3843.

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)