Escrito em por

sjp01

 

Adotadas de acordo com a atual evolução da epidemia no município, as medidas de prevenção e combate à Covid-19 podem ser alteradas conforme o Boletim Epidemiológico, diário, da cidade e revogadas pela Administração Municipal caso haja necessidade

Na quinta-feira, dia 17, as medidas de prevenção, assistência social e de combate à Covid-19, adotadas pela Prefeitura de São José dos Pinhais, durante a pandemia causada pelo novo coronavírus, completaram seis meses desde a publicação do primeiro Decreto Municipal nº 3.726/20, divulgado em março.

Ainda em vigor, as medidas e protocolos de segurança tomadas no âmbito municipal visam desacelerar e conter o avanço da infecção humana que provocou até agora 155 mortes pela doença de acordo com último boletim epidemiológico da Secretaria Municipal de Saúde – Sems, que também confirmou, até o momento, 3.951 casos positivos de Covid-19 na cidade. Mais de 2,7 mil pacientes estão recuperados da enfermidade e 28 estão em internamento hospitalar.Incorporadas por São José dos Pinhais, o Governo do Estado, posteriormente, também publicou decretos com diretrizes e recomendações válidas em todo Paraná como padronização de ações de enfrentamento à pandemia seguido pelos municípios.

Primeira cidade do Estado a desinfectar ruas e locais públicos no combate à infecção humana (Covid-19) a Prefeitura de São José dos Pinhais, através das equipes de limpeza da Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Semma), realiza diariamente a desinfecção e assepsia, principalmente, dos locais onde há maior circulação de pessoas, inclusive em regiões da área rural conhecida por suas rotas e atrações turísticas.

Entre os 399 municípios do Paraná, São José dos Pinhais está entre as 27 cidades do Estado que têm leitos de UTIs exclusivos para atendimento de pacientes com a Covid-19. Ao todo, o Hospital e Maternidade Municipal de São José dos Pinhais (HMMSJP) dispõem de 182 leitos de enfermaria, sendo 10 exclusivos para a Covid-19, 10 leitos de UTI regular, 10 de UTI Neonatal e mais 10 de Unidade de Cuidados Intermediários Neonatal (UCIN).

São José dos Pinhais, gradativamente, restabeleceu as atividades comerciais não essenciais cumprindo medidas que visam prevenir a disseminação da doença através de legislações vigentes nos Decretos Municipais nº 3.726, de 17 de março de 2020 e alterações, n° 3.728, de 20 de março de 2020 e alterações e 3.782, de 08 de abril de 2020, além de considerar legislações no âmbito estadual e federal.

O município também é um dos primeiros do país que estabeleceu, através do Decreto Municipal 3.795/20, o uso massivo e obrigatório de máscara em locais públicos, no transporte coletivo público, no transporte individual de passageiros (táxis e aplicativos), em estabelecimentos em geral, inclusive em filas para evitar a transmissão comunitária do vírus, a conscientização por parte da população ainda é o grande desafio.

Em bairros com maior incidência da Covid-19, a prefeitura, através da Sems, realizou testagem estratégica em massa e mais de mil testes foram feitos em moradores das regiões do Parque da Fonte (Afonso Pena), Borda do Campo, Guatupê, Colônia Rio Grande, Cidade Jardim, Jardim Fabíola e Contenda.

Em agosto, São José dos Pinhais adquiriu mais onze mil testes rápidos para serem utilizados em bairros onde as ações da Secretaria de Saúde realizam as testagens em massa conforme cronograma da secretaria. A Sems acompanha todas as confirmações.

Até agora quase 4 mil casos de Covid-19 foram confirmados na cidade, mais de mil pessoas fazem isolamento domiciliar por apresentar sintomas da infecção. Mais de 2,7 mil pacientes estão recuperados da doença que provocou, até o momento, segundo a Secretaria Municipal de Saúde (Sems), 155 óbitos registrados no município até quinta-feira (17). Mais de 5,5 mil casos foram descartados e a Sems acompanha isoladamente, de acordo com o último boletim epidemiológico divulgado, 1.451 casos suspeitos de Covid-19. Vinte e oito pacientes estão em internamento hospitalar em São José dos Pinhais por causa da doença.

O boletim epidemiológico é divulgado diariamente pela Sems que atualiza os números da infecção no portal coronavirus.sjp.pr.gov.br.

Enquanto não houver uma vacina segura e eficaz contra o coronavírus (Covid-19) a prefeitura ressalta que as principais medidas de combate à disseminação do vírus continuam sendo através do distanciamento social (1,5 m – pelo menos), higienização frequente das mãos com água e sabão, além do álcool gel 70%, e do uso obrigatório da máscara em locais públicos. Denúncias de aglomeração continuam sendo recebidas no serviço 153 da Guarda Municipal.

Válido por tempo indeterminado, mas considerando o avanço da doença no município, a prefeitura divulgou no dia 28 agosto o Decreto Municipal nº 3.923/20, que autorizou a reabertura de parques e praças, além de ampliar o horário de funcionamento de estabelecimentos.

É preciso ressaltar que a utilização de churrasqueiras, bebedouros e parquinho infantil está proibida, assim como, a realização de esportes coletivos no local. Nos parques e praças é obrigatório o uso de máscaras.

A prefeitura salienta que a reabertura do comércio e a sua manutenção ainda estarão dependentes do Governo do Estado, do comportamento das pessoas e dos índices de contaminação por Covid-19 na cidade.

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)