Escrito em por

cida02

 

A Governadora assinou no dia 05 de junho 77 convênios e contratos com prefeituras para repasse de recursos. Dinheiro será aplicado em reformas, compra de equipamentos e serviços ambulatoriais, entre outros.

Para marcar o encerramento do mês de atenção integral à saúde da mulher, em maio, a Governadora Cida Borghetti assinou 77 convênios e contratos para ampliação dos serviços na área da saúde em 69 municípios do Estado. O valor soma R$ 100 milhões. Os compromissos foram formalizados na terça-feira (05), no Palácio Iguaçu, em Curitiba, no mesmo evento em que a Governadora anunciou novas medidas para a saúde da mulher e do bebê.

Do total de convênios, cerca de R$ 94,7 milhões são para reformas, ampliações, adequações e compra de equipamentos para hospitais, além de contratos para serviços ambulatoriais e hospitalares pelo SUS-PR por meio do Programa de Apoio e Qualificação de Hospitais Públicos e Filantrópicos do SUS Paraná (Hospsus).

Os recursos também são destinados para obras em unidades básicas e qualificação de profissionais da atenção primária por meio do Programa de Qualificação da Atenção Primária à Saúde (Apsus).

Para Cida, esses repasses demonstram o compromisso do Governo do Estado com os paranaenses. “A saúde é um direito do cidadão e não tenho dúvida que é um dever do Estado levar qualidade de vida e bem-estar a toda a população do Paraná”, disse ela.

A Governadora também reforçou que as pessoas vivem nas cidades e para elas que os investimentos devem ser feitos. “Temos que cuidar de todos que estão nos municípios com muito carinho e respeito. Fazemos isso desde o início desse Governo”, relatou.

Para o secretário de Estado de Saúde, Antônio Nardi, a área é tratada como prioritária no Estado. “Temos como foco a melhoria da saúde dos paranaenses e também dos grandes parceiros, como hospitais, que são essenciais nesse processo de construção de ações positivas que impactem diretamente na vida dos paranaenses”, disse ele.

MUNICÍPIOS

O convênio com o município de Almirante Tamandaré soma R$ 600 mil. “Com esse valor, vamos construir uma nova unidade básica de saúde na região Central, que tem cerca de 10 mil pessoas”, disse o Prefeito Gerson Colodel, lembrando que a unidade vai reforçar o atendimento da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da região.

O Prefeito de Mangueirinha, Elídio Moraes, também assinou convênio no valor de R$ 600 mil. Os recursos serão utilizados para a construção de uma unidade básica de saúde na região Norte do município. “É um dos locais mais habitados da cidade e carece de um posto de saúde para dar atendimento à população”, disse.

NOVOS ESPAÇOS

Também foram autorizados cerca de R$ 400 mil para 16 municípios do Estado (R$ 25 mil para cada um) para a criação de espaços intersetoriais e promoção da articulação de políticas públicas no enfrentamento e prevenção de violência, além da promoção da cultura da paz. “São locais que promovem a cultura da paz e da não violência dentro dos municípios por meio da articulação de vários atores”, disse o secretário de Estado de Saúde, Antônio Nardi.

Para a secretária de Estado da Família e Desenvolvimento Social, Fernanda Richa, a criação desses espaços vai colaborar com a criação de novas estratégias. “Será uma nova forma de promover discussões sobre o tema da paz e da não violência e de encontrar maneiras de proteger mais ainda as nossas famílias”, afirmou.

PRESENÇA

Participaram do evento os secretários estaduais da Família e Desenvolvimento Social, Fernanda Richa; da Casa Civil, Dilceu Sperafico; da Cultura, João Luiz Fiani; o ex-secretário da Saúde, Michele Caputo Neto; presidente do BRDE, Orlando Pessuti; a secretária da Saúde de Curitiba, Márcia Huçulak; o diretor-geral da Secretaria de Estado da Saúde, Sezifredo Paz; e os deputados estaduais Bernardo Carli, Alexandre Curi, Elio Rush, Paulo Litro, Pedro Lupion, Jonas Guimarães, Artagão Junior, Luiz Claudio Romanelli, Maria Victória, Evandro Júnior, André Bueno; o deputado federal Ricardo Barros.

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)