Escrito em por

detran_unlock_windows

 

Usar o celular ao dirigir para falar ou digitar aumenta em até 400% o risco de acidentes. No Paraná, os aparelhos estão envolvidos em 4% de todas as infrações registradas. Por isso, o Departamento de Trânsito do Paraná (Detran-PR) trabalha uma nova campanha para alertar os motoristas sobre o perigo do usos dos aparelhos enquanto estão no trânsito.

Só em 2014, foram aplicadas 112.320 multas por uso do celular, mas o Detran estima que o número de ocorrências seja muito maior. A multa para quem fala ou utiliza o aparelho dirigindo é de R$ 85,13, mais quatro pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH).

Troca de mensagens

Uma das preocupações do Detran-PR e de entidades de segurança viária de todo o mundo é com o aumento das funções dos aparelhos celulares e a disseminação dos aplicativos de troca de mensagens de texto.

“No mínimo, o motorista perde cinco segundos de atenção ao desviar seu olhar para ler uma mensagem. Se ele estiver a 80 quilômetros por hora, terá percorrido um campo de futebol, sem ver o que está acontecendo do lado de fora do carro”, explica o diretor-presidente do Observatório Nacional de Segurança Viária, José Aurélio Ramalho.

Para os especialistas, digitar no celular ao dirigir é uma ação problemática porque é mais longa, impossibilita o condutor de olhar para via e exige coordenação visual e motora ao digitar, o que desvia a atenção do trajeto e tira uma das mãos do volante.

Campanha

Pensando nisso, uma nova campanha do Departamento de Trânsito do Paraná usa a imagem das telas de bloqueio dos celulares para lembrar aos motoristas o essencial. Enquanto estão no trânsito eles devem prestar atenção naquilo que importa – o trânsito.

As imagens criadas para representar a tela de desbloqueio de cada sistema operacional (iOS, Android e Windows Phone) mostram que o tempo de inserir uma senha ou padrão na tela é suficiente para que o condutor acabe atingindo um pedestre, ciclista ou outro veículo.

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)