Escrito em por

pinhais07

 

Após praticamente concluir a construção de calçada em concreto poroso na Rua Helena Bachmann Muhlmann, a Prefeitura de Pinhais, por meio da Secretaria Municipal de Obras Públicas (Semop), prossegue com obra similar na Rua Clemente Itsyo Horikoshi, ambas as vias estão localizadas no Jardim Cláudia.

Com mais de 500 metros, entre a Estrada da Graciosa e a Rua Helena B. Muhlmann, as obras na Clemente Itsyo iniciaram com a revisão no sistema de drenagem e do meio fio, construção da base para a calçada, terminando com a pavimentação em concreto poroso. Após a realização dessas etapas, a via receberá substituição de iluminação por LED (Light Emitting Diode), em português Diodo Emissor de Luz.

Esta tecnologia de iluminação tem muitas vantagens em comparação ao sistema tradicional, entre elas: economia de aproximadamente 50% aos cofres públicos; vida útil muito maior, podendo durar até 50 mil horas; qualidade da iluminação melhor; produção de menos calor, não possuindo agentes tóxicos; e não causa impactos ao meio ambiente.

Atualmente, Pinhais é referência na construção de calçada em concreto poroso, tecnologia desenvolvida por técnicos da prefeitura, e que tem diversos benefícios, como ser permeável – contribuindo com o meio ambiente e ajudando na prevenção de enchentes, custo de construção similar ao tradicional, requer pouca manutenção, a durabilidade é maior que as demais calçadas, entre outros.

Sua construção consiste na preparação do solo com a primeira camada em saibro e uma segunda com pedra brita, ambas compactadas. O concreto é composto por uma mistura de pedrisco e cimento, utilizando pouca água. Para reforçar os trechos com entrada para veículos é colocada uma malha de aço, o que aumenta a resistência da calçada. Após a concretagem é realizada a compactação e, em poucas horas, já é permitida andar pela calçada.

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)