Escrito em por

curitiba01

 

Das 90 intervenções em andamento, 76 ficam na área de abrangência das nove regionais que administram demandas dos 57 bairros mais afastados do centro

A maioria (85%) das obras e intervenções de grande porte que estão sendo realizadas em Curitiba fica nos bairros mais afastados da região central da cidade.

De acordo com relatório da Secretaria Municipal de Infraestrutura e Obras Públicas e do Sistema de Gestão Pública, das 90 intervenções em andamento, 76 ficam na área de abrangência das nove regionais que administram demandas dos 57 bairros mais afastados do centro.

O trabalho de manutenção da infraestrutura urbana também se concentra majoritariamente nas áreas mais periféricas – das 125 equipes responsáveis por serviços como tapa-buracos, limpeza de bocas de lobo e galerias pluviais e roçada, 118 (ou 94,4%) atuam nesses bairros.

“Estamos dando fluxo a um programa de obras e à manutenção na cidade toda”, diz o Prefeito Rafael Greca. “Temos obrigação de atender as necessidades de todas as regiões, e é por isso que minha orientação a todas as regionais é ver de perto as solicitações da população, mas é preciso lembrar que cada ação – seja ela feita onde for – beneficia a cidade como um todo. Curitiba é uma só!”

Um dos exemplos, explica o Prefeito, é o trabalho de macrodrenagem, como o reperfilamento do Rio Barigui, ação realizada em região pouco habitada, mas fundamental para garantir a melhoria na vazão das águas da chuva e evitar alagamentos na área urbana mais adensada.

“É um tipo de obra que pouca gente vê, mas muitos sofrem se ela não for feita da forma adequada”, diz o Prefeito. “Já o programa de pavimentação abrange diretamente todos os bairros e estão à vista de todos.”

Vem mais

O Prefeito lembra que o Plano de Obras para este ano inclui pelo menos R$ 498 milhões em investimentos, sendo que muitas delas já estão em andamento e outras em processo de estruturação das licitações.

Só o pacote de pavimentação inclui melhorias em mais de 200 ruas, sendo que muitas obras começam ainda este ano.

Ações

As ações que já estão em andamento na cidade incluem obras e serviços de edificações, pavimentação, drenagem, iluminação e urbanismo envolvendo também as secretarias de Meio Ambiente, Educação, Esporte e Lazer e Fundação de Ação Social (FAS).

Elas formam um amplo conjunto de melhorias para a cidade – de novas escolas a drenagem; de casas da Cohab a iluminação pública.

Educação e assistência

Na área de Educação e Assistência Social, por exemplo, estão sendo construídos, por exemplo, os CMEIs (Centro Municipais de Educação Infantil) União Ferroviária I (no Uberaba), Vila Verde II (CIC) e Vila Nori I (Pilarzinho) e o CRAS (Centro de Referência em Assistência Social) Monteiro Lobato (Tatuquara). O Centro de Educação Infantil (CEI) Erico Veríssimo, no alto Boqueirão, por sua vez, passa por ampla reforma.

Na melhoria da estrutura de Abastecimento, está sendo erguido o Armazém da Família Maria Angélica (no Pinheirinho), enquanto 14 unidades habitacionais em construção na Vila Bela Vista (Portão) reforçam a oferta da Cohab para população de baixa renda.

Ruas e avenidas

As obras de pavimentação estão sendo feitas praticamente na cidade inteira. Elas representam uma expressiva melhoria estrutural nas condições de mobilidade urbana, que serve ao transporte coletivo, ao carros, motos, bicicletas e pedestres.
Em trechos mais estruturais, como os últimos lotes da Linha Verde (no Bachacheri e Bairro Alto), elas vão permitir a implantação do transporte coletivo, dando finalmente efetividade mais completa ao projeto.

Também importantes são as alças de acesso à trincheira do Ceasa, recém concluídas, a remodelagem da Manoel Ribas e a troca de pavimentação por meio de fresagem ou reciclagem em diversas ruas em bairros como Vila Fanny, Santa Quitéria, Mossunguê, Pinheirinho, CIC, Bairro Novo, entre outros. Este tipo de ação melhora as condições de conforto e segurança para o tráfego de veículos particulares e do transporte coletivo.

Água e luz

Fundamentais para o controle das enchentes em toda a cidade, as intervenções de macrodrenagem estão sendo feitas no Boa Vista, Santa Felicidade, Portão, CIC e Tatuquara.

Na área de iluminação pública, a Prefeitura está promovendo um amplo pacote de manutenção corretiva, incrementando também o conforto visual e a segurança em mais de 163 mil pontos em todas as regionais – desses, 137 mil (84%) ficam nos bairros mais afastados da região central.

Divisão

Curitiba é dividida em dez administrações regionais, cada uma delas responsável por um certo número de bairros. Para o cálculo da localização das obras e serviços, foram deduzidos do total aqueles que estão sendo feitos na Administração Regional da Matriz, que cuida do anel mais central da cidade.

A própria Matriz, no entanto, presta um atendimento que vai além do que pode ser considerado centro – ela é a regional com maior número de bairros da cidade, 18, entre eles Ahú, Cabral, Prado Velho e Mercês, por exemplo.

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)