Escrito em por

DSC_9659

 

Encontro no Restaurante Madalosso reuniu diversas lideranças e simpatizantes do senador paranaense.

As próximas eleições à presidência da República, em outubro de 2018, ao que tudo indica, vão contar com um importante nome da política do Paraná, o senador Álvaro Dias . E, se depender da confiança e empolgação do pré-candidato do Podemos e seus apoiadores, as chances de chegar ao segundo turno e até ganhar o pleito são bem significativas.

Grandes nomes

O recado de Álvaro e parte de seu grupo político foi dado em alto e bom tom nesta quinta-feira, dia 7, em evento, seguido de almoço, realizado no Restaurante Madalosso, em Santa Felicidade. Dentre os muitos nomes de “peso” da política paranaense presentes ao encontro denominado de suprapartidário, estavam os ex-governadores Mário Pereira, João Elizio Ferraz de Campos e Orlando Pessutti. Vários deputados (federais e estaduais), prefeitos, vereadores e empresários paranaenses de destaque também foram levar seu apoio ao pré-candidato a presidente do Brasil.

Para o Álvaro Dias, existe uma possibilidade real de um paranaense se tornar presidente. “Essa é uma oportunidade histórica de o nosso estado ter um representante na presidência da República”, declarou Álvaro.

Perdão ao povo

Em seu discurso, o senador frisou a desigualdade existente no País. “Deus foi generoso com essa pátria. Riquesas naturais fascinantes se espalham por todo o nosso terrritório, mas as diferenças sociais são gritantes. Existem 2 milhões de brasileiros abaixo da linha da pobreza. Outros tantos milhões sobrevivendo com R$136,oo por mês. Mais de 33 milhões de trabalhadores sem carteira assinada. Cem milhões de brasileiros sem acesso a saneamento básico. Dezessete milhões sem coleta de lixo.

Quatro milhões sem ter se quer um banheiro dentro de casa. Esse é o drama que vivemos. Sendo assim, cabe aos políticos, aos governantes, pedir perdão ao povo pela incompetencia e corrupção. Mas, só perdão não basta, é preciso assumir compromissos com a nação e responsabilidade com a população.

Política “café com leite”

DSC_9634

O ex-governador Mário Pereira agradeceu a presença das lideranças suprapartidárias, dos 4 cantos do Paraná, que foram levar seu apoio a Álvaro Dias. Em suas palavras, Mário também lembrou a forma antiga de se fazer política e eleger presidentes. “Em 1930, Getúlio Vargas se dispos a acabar com a política “café com leite”, que alternava na presidência representantes de Minas e São Paulo, em eleições fraldadas. Naquela época, Getúlio recebeu apoio de gaúchos de várias regiões, que foram de carroças e cavalos lhe dar apoio no Rio de Janeiro. Agora, vindos de carro, vans e ônibus, diversos paranaenses vieram trazer seu apoio a Álvaro Dias”, comemorou Mário Pereira.

Desde 1966

DSC_9639

Bastante entusiasmado com a pré-candidatura do senador paranaense, Orlando Pessutti lembrou a caminhada ao lado de Álvaro Dias. “A minha história política com o Álvaro começou em 1966, no MDB, junto com Belinatti, José Richa e outros militantes”, declarou Pessutti. O ex-governador ressaltou que em 1989 já queria que Álvaro saísse candidato a presidência.

Um bom nome

DSC_9682

Também presente ao encontro suprapartidário, o ex-prefeito de Pinhais e pré-candidato a deputado federal, Luizão Goulart, conversou com a reportagem do jornal A Gazeta Cidade de Pinhais.

“Neste momento de indefinições no cenário nacional, em que o candidato líder nas pesquisas, o Lula, está preso, e dentre os outros nomes que se apresentam, nenhum deles, até agora, se destacou como uma alternativa viável para ganhar as eleições e fazer um governo de coalizão, penso que é importante para o Paraná ter um candidato com a experiencia do Álvaro Dias.

Apesar de o senador ter sido em alguns momentos de sua carreira política muito radical nas suas posições, batendo pesado nos adversários, ele tem uma eneorme credibilidade. Porém, hoje, vi um pré-candidato com um discurso mais de estadista.

Então, acredito que neste momento de indefinições o Álvaro tem chances de crescer como uma alternativa de Centro. E, para o Paraná isso é de grande importância. Enfim, esse evento no Madalosso mostra a força do senador pela grande representatividade de lideranças de diversos partidos”, declarou.

Quanto ao apoio de seu partido à candidatura de Álvaro, Luizão disse que isso será decidido mais a frente, pois o PRB ainda não definiu se terá candidatura própria para presidente ou apoiará algum candidato de outra legenda. “Uma coisa é certa, a executiva nacional do PRB tem bom relacionamento com o senador paranaense”, frisou.

Com relação às eleições para governador do Paraná, Luizão ressaltou que apesar de boa parte da executiva estadual ter adiantado a conversa com Ratinho Jr., ainda não existe uma decisão oficial.

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)