Escrito em por

alep02

 

A experiência do Geração Atitude permitiu aos alunos e professores conhecerem um pouco mais sobre o funcionamento dos Poderes do Estado. Muitos deles revelaram uma opinião totalmente diferente acerca das atribuições e da dinâmica das atividades do governador, dos desembargadores, dos promotores de Justiça e mais especialmente dos deputados estaduais.

No encerramento do projeto, na quarta-feira (22), com a entrega do certificado para os participantes e um bate-papo com a diretora de Comunicação da Assembleia, Kátia Chagas, e o diretor Legislativo, Dylliardi Alessi, muitas das questões e dúvidas dos visitantes ainda foram esclarecidas. Mas a principal impressão destes três dias na capital paranaense foi outra. “Achei bem legal ter participado, além de poder vir para Curitiba e conhecer de perto a Assembleia, e os outros Poderes. Pude saber um pouco mais de como é o trabalho dos deputados. Eu tinha outra imagem disso tudo, muito até daquilo que a gente escuta por aí. Mas vi que os deputados têm muito trabalho, muitas atribuições e responsabilidades. Mudou a minha opinião”, disse a estudante Nathali Santos Dias, do 1º ano do Ensino Médio do Colégio Estadual Presidente Vargas, de Telêmaco Borba.

Para o professor José Amilton da Silva Camargo, do Colégio Estadual Jardim Porto Alegre, de Toledo, viabilizar aos estudantes uma prática fora de sala de aula já foi muito importante e enriquecedor. “Temos sempre uma visão muito negativa da política. O Geração Atitude pode nos dar outra ideia, saindo da vivência e do conhecimento da sala de aula para estar aqui. Conhecemos um pouco mais sobre política, sobre os Poderes do Estado, além de oportunizar aos alunos uma experiência mais dinâmica da atividade parlamentar”.

Alto nível

Depois de responder às perguntas dos alunos e professores, o diretor Legislativo ressaltou a qualidade das propostas apresentadas pelos participantes. “Foram projetos de alto nível, havia temas relacionados à proteção do consumidor, ao meio ambiente, enfim, vários assuntos. No entanto, alguns não estariam na esfera de competência estadual, mas certamente são muito relevantes e poderiam virar lei”, afirmou Alessi.

Já a diretora de Comunicação lembrou do aplicativo “Agora é lei no Paraná”, que disponibiliza o acesso a cerca de 200 leis sobre direitos do consumidor, como sendo inclusive um dos importantes projetos desenvolvidos na Assembleia. Ela destacou ainda a grande participação dos colégios e o engajamento e envolvimento dos alunos, professores e dos núcleos regionais de Educação. “Todos vocês são vencedores, são projetos que certamente poderiam virar lei, mas esbarram em alguma questão técnica e das atribuições do Poder Legislativo estadual. Vi projeto sobre a defesa do consumidor e esta é a ideia: que a produção legislativa seja de fato de interesse da população. Estamos felizes pela participação de vocês e este é o nosso objetivo, liderado pelo presidente Ademar Traiano, de abrir a Casa para os jovens e para a população”, comentou Kátia.

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)