Centro de Referência em Direitos Humanos de Pinhais promove atividade para jovens do Município

pinhais02

 

Na última semana, o Centro de Referência em Direitos Humanos de Pinhais (CRDH) promoveu uma atividade voltada aos jovens do Município. A oficina com a temática “Que bicho é esse?” reuniu 23 adolescentes. O objetivo desta ação é apresentar os serviços do CRDH para o Município, mostrar o que são direitos humanos, além de motivar os adolescentes com o compromisso de defesa e promoção destes direitos.

Os jovens que participaram foram: os delegados da Conferência da Juventude e da Criança e Adolescente. Alguns deles são do Pró-Jovem e do Centro da Juventude.

CRDH Pinhais

O equipamento é fruto de um convênio com o Governo Federal, por meio da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência d (…)


Câmara Municipal de São José dos Pinhais – 20/10/2015

por Renata Teixeira Gomes

Câmara derruba veto a projeto de lei que doa terreno ao Estado para construção de novo prédio do CAIC

Vereador Professor Marcelo, autor do projeto, pediu a colaboração dos demais colegas para promulgação da lei.

vereador professor marcelo

A Câmara derrubou, por 18 votos a 2, o veto do Executivo ao Projeto de Lei nº 574/15 que autoriza a Prefeitura a doar parte de um terreno ao Estado para a construção de um novo prédio para o Centro Integral à Criança e ao Adolescente – CAIC, localizado no bairro Costeira. A autoria do projeto é do Vereador Professor Marcelo.

O Caic abriga a Escola Municipal Rosi Machado Marchesini, a Escola Estadual Angelina Ann (…)


Prefeito Luiz Carlos Setim libera pacote de obras de quase R$ 8 milhões

sjo01

Foto: Divulgação/PMSJP

Na manhã de terça-feira, 20, na sala de reuniões do Gabinete, o Prefeito de São José dos Pinhais, Luiz Carlos Setim, autorizou mais um pacote de obras que contempla 20 bairros do Município

Por meio do Programa Avança, serão realizadas obras de pavimentação asfáltica e em paralelepípedo. Também será realizado serviço de alargamento de calçadas em blocos intertravados de concreto, tipo paver, além do fornecimento e instalação de pontos de ônibus na Rua XV de Novembro, no trecho entre as ruas João Ernesto Killian e Padre Bittencourt. Ao todo são investidos quase R$ 8 milhões.

“Felizmente, mesmo o País vivendo uma crise econômica, e São José dos Pinhais ter sofrido uma baixa na arreca (…)


Policlínica Infantil promove ação sobre alimentação saudável com as crianças

 

Na manhã de terça-feira, 20, a equipe da Policlínica Infantil da Secretaria de Saúde de São José dos Pinhais promoveu ação com as crianças em alusão ao Dia Mundial da Alimentação. A data, comemorada no dia 16 de outubro, tem entre seus princípios a atenção para ações voltadas à erradicação da fome no mundo, bem como assegurar a alimentação como um dos diretos fundamentais consignado na Declaração Universal dos Direitos Humanos.

A equipe da Policlínica Infantil, por iniciativa da sua direção, e por meio da nutricionista da Unidade, Lucimara Almeida, aproveitou a data para promover uma ação voltada à alimentação saudável, além de conscientização, incentivo e orientação aos pais e crianças atendidas na Policlínica, utilizando temas lúdicos e informativos.

As crianças ainda receberam um café da manhã a base de frutas sem adição de açúcar e vegetais crus para degustação. Os pacientes, juntamente com os pais, participaram aind (…)


Setim pede devolução do projeto que trata da revisão da taxa de coleta de lixo

 

O Prefeito de São José dos Pinhais, Luiz Carlos Setim, protocolou na manhã de quarta-feira, 21, na Câmara de Vereadores, o pedido de devolução do projeto de lei que tratava sobre a revisão da taxa de coleta de lixo.

No pedido, a Administração justifica a retirada do texto para uma reavaliação da proposta. O serviço municipal de coleta de lixo atende em São José dos Pinhais mais de 80 mil estabelecimentos, domiciliares, comerciais e industriais, totalizando um volume mensal superior a 5 mil toneladas de lixo.

Segundo o Secretário Municipal de Meio Ambiente, Professor Assis Manoel Pereira, o projeto encaminhado altera a lei complementar de 2003, que fixou o valor da alíquota através do VRM (Valor de Referência Municipal), que corrigiu a taxa abaixo dos índices de inflação, o que gerou uma defasagem no valor. “E sobre isso, deve-se considerar também o grande crescimento imobiliário na Cidade, com centenas de novos empreendimentos, o crescimento pop (…)