Novos analfabetos surgem graças à disrupção digital

por Bruno Pinheiro

A palavra “disrupção” pode ser pesada e até soar como um xingamento e, quando complementada pelo substantivo “digital”, entende-se que o apocalipse está para acontecer muito em breve. Mas, calma, o fim do mundo pode acontecer mesmo para quem ignorar esta transformação que tem acontecido nos últimos anos e atingido cada vez mais empresas/modelos de negócios.

Quando afirmamos que novos analfabetos estão surgindo graças à esta transformação na sociedade é necessário dar uma passo atrás para entender quantas empresas nascem e quantas morrem antes de completar cinco anos de vida. Além disso, qual é o perfil desta empresa e do empreendedor? Queria ele empreender apenas por necessidade, frente ao número recorde de desempregados que temos hoje em nosso país? Com muitos recém-formados tentando, sem sucesso, ingressar no mercado de trabalho, o microempreendedorismo surge como saída para contornar este cenário, send (…)


Supermercados deverão higienizar carrinhos e cestas de compras

alep01

 

Supermercados e estabelecimentos similares localizados no estado deverão realizar a higienização de carrinhos de compras, cestas, embalagens ou qualquer outro equipamento reutilizável colocado à disposição dos consumidores durante a realização de suas compras. É o que propõe o projeto de lei nº 10/2017, assinado pelo deputado Requião Filho (MDB), aprovado em primeiro turno de votação na sessão plenária de segunda-feira (22), na Assembleia Legislativa do Paraná (ALEP). De acordo com a matéria, o procedimento de higienização deverá ser realizado com produto antisséptico, especialmente nos locais destinados ao contato manual dos consumidores.

O projeto de lei também determina que os carrinhos e cestos de compras deverã (…)


Estado do Paraná se prepara para o crescimento do uso de carros elétricos

governo05

 

Estado acompanha a tendência global de desenvolvimento sustentável com políticas de incentivo, ampliação do programa Smart Energy, fortalecimento da eletrovia e Copel como protagonista

O Paraná prepara o terreno para ingressar com mais vigor na tendência global de crescimento do uso de veículos elétricos. A estratégia é diretamente alinhada a uma política de desenvolvimento sustentável. Segundo o Governador Carlos Massa Ratinho Junior, o Estado passará a adotar o ritmo dos países europeus nessa matéria. “Estamos trabalhando antenados ao que o mundo vem fazendo. As soluções sustentáveis partem de carros que poluem menos”, defende.

Atualmente, o Paraná tem 275 veículos elétricos, o que representa 0 (…)


Número de acidentes cai, mas mortes aumentam durante a Páscoa

governo02

 

De acordo com balanço do Batalhão de Polícia Rodoviária Estadual (BPRv), o número de acidentes nas estadas estaduais durante o feriado de Páscoa caiu 24,69% na comparação com o mesmo feriado do ano passado, assim como o número de feridos, com redução de 25,68%. Já o número de óbitos subiu de seis para 11. A fiscalização foi reforçada desde as 14h de quinta-feira (18) até as 23h59 de domingo (21).

Durante os quatro dias de operação foram registrados 61 acidentes, sendo quatro atropelamentos, com 55 pessoas feridas e 11 mortes, além de quatro prisões por embriaguez ao volante. As fiscalizações das equipes policiais nos Postos Rodoviários e em pontos estratégicos resultaram em 1.551 autuações, 5.038 image (…)


Detran vai intensificar campanhas educativas para diminuir acidentes

governo01

 

Ações para a área foram apresentadas pelo diretor-geral do órgão, Cesar Kogut, durante a reunião com o secretariado

O Departamento de Trânsito do Paraná (Detran) vai intensificar as operações e ações educativas para diminuir os números de acidentes no Estado. O tema foi apresentado na reunião da última terça-feira pelo diretor-geral do órgão, Cesar Kogut, durante a reunião da equipe do governo, no Palácio Iguaçu. O encontro foi coordenado pelo governador em exercício Darci Piana.

“Vamos sistematizar a educação para o trânsito para levar esta proposta de maneira mais lógica ao cidadão. Não é apenas distribuir panfletos, mas buscar abordagens para atingir o público de forma mais abrangente” (…)