Paródia com “Jesus gay” do grupo Porta dos Fundos gera movimento de boicote à Netflix

por Vanessa Martins de Souza

Desde que foi lançado na Netflix, em 2 de dezembro, o especial de Natal do grupo de humor Porta dos Fundos intitulado ‘A Primeira Tentação de Cristo’ tem causado a ira indignada de grupos cristãos. Há, inclusive, movimentos religiosos na internet pressionando para que a Netflix retire da plataforma o filme. O Porta dos Fundos, criado em 2012, é um grupo de humor que faz vídeos de comédia em seu canal no Youtube no gênero paródia, um estilo de humor em que zoar de tudo e de todos é a tônica. Atualmente, é o sexto canal brasileiro do Youtube mais popular.

“Jesus gay” causa polêmica

Muito embora, esse seja um estilo de humor que não costuma agradar a todos, o grupo, em minha opinião, apresenta altos e baixos em suas criações: há sketches interessantes, razoavelmente engraçados, e outros ruins, sem graça. Nesse especial de Natal 2019, o tema central que parece ser o grande motivo (…)


Nem leu e já tem opinião formada sobre o assunto

por Alexsandro Ribeiro

Para um bom entendedor, meia palavra precisa da outra metade para de fato dizer alguma coisa. Aliás, precisa do contexto. Estou me referindo ao que está por trás das reportagens, títulos e imagens compartilhadas nas redes sociais, que nem sempre condizem com o que está lá na página original da notícia. Isso mesmo. Tem muita gente formando opinião e debatendo na superficialidade da manchete da reportagem.

Não como referência científica, mas mais a título de ilustração, sou jornalista e tenho, junto com outros repórteres, uma agência de notícias. Toda matéria publicada no site ganha asas a partir das redes sociais digitais. Quando comparo os dados de tráfego e interação nas redes e no site, as contas não batem. O volumoso número de curtidas e compartilhamento no Twitter, Facebook, Linkedin e outros não condiz com o que o relatório de cliques no site aponta. Em certas matérias, mais de 90% passou para a fren (…)


Lei Orçamentária Anual para 2020 e Plano Plurianual são aprovados em primeiro turno

alep02

 

Pela proposta da LOA, estão previstos para o ano que vem receitas e gastos de quase R$ 50 bilhões. Já o PPA prevê um orçamento de R$ 166 bilhões para o quadriênio 2020-2023.

A Assembleia Legislativa do Paraná aprovou em primeiro turno de votação, durante a sessão plenária de segunda-feira, dia 9, os projetos de lei 739/2019, que trata da Lei Orçamentária Anual (LOA) e estima a receita e fixa a despesa para o exercício financeiro de 2020; e o 740/2019, que dispõe sobre o Plano Plurianual (PPA) para o quadriênio 2020-2023. Ambas as propostas avançaram na forma de substitutivo geral. Ao total, foram protocoladas 1.144 emendas à LOA e 175 emendas ao PPA na Comissão de Orçamento da Casa. Dest (…)


Modernização do Estado passa pela atuação do Ministério Público

governo01

 

Afirmação foi feita pelo governador Ratinho Junior no Congresso Estadual do MPPR. Ele defendeu o papel constitucional do órgão e a atuação em defesa dos direitos dos paranaenses.

O governador Carlos Massa Ratinho Junior afirmou, na quinta-feira, dia 5, que a modernização do Estado passa pelo papel de fiscalização do Ministério Público do Paraná (MPPR) e pela construção de políticas conjuntas de atendimento social. Ele participou do Congresso Estadual do MPPR e de uma sessão plenária sobre planejamento estratégico do órgão, em Curitiba.

Ratinho Junior defendeu o papel constitucional do Ministério Público e a atuação em defesa dos direitos dos paranaenses. Também disse q (…)


Nova Cantu

turismo01

 

AVENTURE-SE NAS BELEZAS NATURAIS

Está procurando por diversão em meio à natureza e riqueza cultural? Então você não pode se esquecer de colocar Nova Cantu no seu próximo roteiro de viagens. A cidade é conhecida pelas atrações ao ar livre, como as caminhadas e passeios de bicicleta; as construções religiosas, além da alegria e hospitalidade do seu povo.

Com pouco mais de 5.300 habitantes, de acordo com o IBGE, a cidade tem como limítrofes os municípios de Palmital, Roncador, Mamborê, Campina da Lagoa, Laranjal e Altamira do Paraná. Sua economia é pautada na agricultura, com o plantio de soja e milho; pecuária de corte e leiteira, além do comércio local.

O Rio Cantu que cort (…)