Alunos de Pinhais entregam livro em homenagem ao município

pinhais02

 

Alunos do Centro Municipal de Atendimento às Deficiências Sensoriais (CADS) Helen Keller, promoveram no último dia 13, para o Prefeito Luizão e a Vice-Prefeita, Marli Paulino, a entrega do minilivro “Poemas – Aniversário de Pinhais”, uma homenagem aos 23 anos do município. A ação aconteceu no Centro de Esportes Unificados (CEU), que fica no bairro Weissópolis.

Com o objetivo de desenvolver o tema “Poemas”, a professora Silvana de Gerone, levou para a sala de aula diversos títulos e exemplares para trabalhar com a turma de altas habilidades/superdotação. “Todos os alunos matriculados naquele período participaram ativamente e puderam desfrutar do livro que foi impresso e encadernado. Sem exceção, ficaram o (…)


Pinhais dá início a Campanha do Agasalho

pinhais01

A cerimônia de lançamento foi realizada na manhã da quinta-feira (14) na Escola Municipal Clementina Cruz

 

Com o tema “Compartilhe Amor e Solidariedade. Doe Agasalhos e Cobertores”, teve início na manhã da quinta-feira (14) a Campanha do Agasalho de Pinhais. A cerimônia de lançamento foi realizada na Escola Municipal Clementina Cruz, no bairro Estância. A iniciativa é promovida pela prefeitura, por meio da Secretaria de Assistência Social.

O prefeito de Pinhais, Luizão Goulart, salientou a importância da iniciativa e a forma com que as doações são entregues à população. “As famílias podem escolher as peças de que necessitavam em vez de receberem doações aleatórias. A vantagem deste tipo (…)


Atraso nas obras no cruzamento das avenidas Maringá e Integração dificulta o trânsito na região

por Angelo Stroparo

Matéria Maringá 2

Buracos e falta de sinalização criam transtornos diários à população na região do cruzamento das avenidas da Integração e Maringá, no bairro Atuba, em Pinhais.

Os problemas começaram há mais de um ano e estão relacionados com atrasos em obras para a Copa 2014, dentro de um projeto de urbanismo que pretendia melhorar o trânsito, tanto para motoristas, quanto para pedestres. A COMEC (Coordenação da Região Metrolitana de Curitiba) alega que a situação se deve, em parte, aos ajustes que o governo estadual promove desde o início deste ano.